Nova UMS da Petrobras já está na Baía de Guanabara

0

Já está fundeada na Baía de Guanabara a Unidade de Manutenção e Segurança (UMS) Cidade de Quissamã, a mais nova plataforma de apoio à produção de petróleo e gás da Petrobras. Nos próximos dias ela deverá seguir para as águas abrigadas do Arquipélago de Santana, em Macaé, de onde partirá para a Bacia de Campos.

De acordo com a nota da Petrobras, essa é a segunda plataforma desse tipo que chega à Bacia de Campos, neste ano, com a missão de revitalizar as unidades marítimas. A UMS dispõe de instalações e equipamentos que permitem às plataformas revitalizadas incorporar novas descobertas, nas áreas de produção já desenvolvidas, e ampliar a vida produtiva dos campos maduros.

É a primeira vez que serão feitos, no Brasil, serviços de revitalização em navios de produção do tipo FPSO, sigla em inglês para Unidades Flutuantes de Produção, Armazenamento e Transferência. A conexão da UMS Cidade de Quissamã ao FPSO P-37 (primeiro a ser revitalizado) ocorrerá por meio de uma passarela eletro hidráulica, que opera com movimentos telescópicos.

Com essa tecnologia, os movimentos da embarcação são controlados por um sistema de posicionamento dinâmico, com sensores de orientação e sofisticado conjunto de propulsão, que permitem manter a UMS conectada a qualquer tipo de plataforma – fixa ou flutuante, sem a utilização de amarras e âncoras.

Com a nova UMS, a Petrobras reforça as campanhas de manutenção iniciadas em 2006, quando colocou em operação a UMS Cidade de Armação dos Búzios, que já atuou nas plataformas de Garoupa, Pampo e Enchova. No início deste ano, a UMS Cidade de Arraial do Cabo também chegou à Bacia de Campos e, atualmente, realiza campanha de revitalização na plataforma PCH-1, localizada no campo de Cherne.

A Petrobras pretende ampliar ainda mais a sua capacidade de produção com a incorporação de outras Unidades de Manutenção e Segurança ao longo do ano. As UMSs fazem parte da estratégia de expansão da área de Exploração e Produção e estão em conformidade com as novas exigências normativas do setor de petróleo e gás.

Dados técnicos da UMS Cidade de Quissamã: empresa proprietária: Prosafe Offshore, embarcação de Safe Concordia (nome original), construtora Keppel Fels, ano de 2005, bandeira de Cingapura, tipo de plataforma, semi submersível, comprimento total de 99 m, e largura total de 36 m.

Com as informações – Portal Fator Brasil

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta