OGX – Mais uma sonda no Parnaíba

0

A OGX espera que a terceira sonda de perfuração da empresa na Bacia do Parnaíba esteja operando ainda no primeiro semestre deste ano. O Gerente Executivo de Desenvolvimento de Produção da companhia, José Brito de Oliveira, revelou que o processo de licitação “está bem adiantado” e que a unidade deverá se juntar em breve às duas outras que operam na área do bloco 68.

“Queremos que a sonda esteja operando no Parnaíba ainda no primeiro semestre”, afirmou Oliveira.

A produção de gás na área deverá começar no segundo semestre do ano que vem e na primeira etapa há a previsão de fornecimento de 2,2 milhões de metros cúbicos de gás para a geração de energia em térmicas da MPX. Tanto esta como a OGX são empresas do grupo EBX, de Eike Batista.

Oliveira ressaltou que poderá haver uma terceira turbina na unidade da MPX, o que poderá exigir, numa segunda fase, uma produção maior de gás. O executivo não descartou a possibilidade de uma oferta maior do insumo na região e acrescentou que a empresa analisa outras utilizações para o insumo, como a implantação de uma planta de liquefação.

Na bacia de Campos, a expectativa da empresa é começar a produção de óleo em julho, com a chegada do FPSO – navio que permite produzir, estocar e transferir o óleo – que será utilizado no teste de longa duração (TLD) na área batizada como Waimea.

Inicialmente a produção será de 20 mil barris por dia e chegará a 40 mil barris em 2012, quando a unidade vai operar a plena capacidade.

Com as informações – Rafael Rosas / Valor Econômico

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta