Portos estarão prontos para a Copa do Mundo

0

O Ministro dos Portos, Leônidas Cristino, afirmou ontem que a ampliação de sete portos do País para a Copa de 2014 será concluída até o final de 2013. Os mais críticos, como os de Santos e Rio de Janeiro, que tinham previsão de terminar só em abril de 2014, terão seu cronograma ajustado por meio de mudanças nos editais, acrescentou.

Os portos que receberão obras para o Mundial, com a construção ou ampliação do número de terminais para passageiros, são os de Fortaleza, Natal, Recife, Salvador, Rio de Janeiro, Santos e Manaus. Para acelerar as obras, os portos de Santos e Rio terão três turnos de trabalho, 24 horas por dia.

Serão investidos R$ 900 milhões na ampliação desses sete portos, em cidades que sediarão a Copa. A idéia do governo é fazer dos navios uma opção para ampliar o número de leitos para os turistas durante dos jogos. O primeiro a ficar pronto será o de Recife.

Depois das obras, os portos de Santos, Rio e Salvador poderão comportar até seis navios cada (um navio de grande porte tem aproximadamente 3,5 mil leitos). Os de Natal, Recife, Fortaleza e Manaus terão ancoradouros para dois navios, disse o Ministro, durante sua primeira entrevista coletiva à imprensa desde que assumiu a Secretaria Especial de Portos (SEP).

No total, a ampliação dos portos dará lugar a navios que comportam 70 mil leitos, pelos cálculos da pasta. Cristino afirmou que, depois do grande fluxo de turistas para a Copa, a estrutura servirá, sobretudo, para movimentação de carga.

Além do Terminal de Passageiros, o Porto do Mucuripe em Fortaleza também recebe obras de dragagem. Estas devem ser concluídas até o fim deste mês. O projeto de dragagem do Porto do Mucuripe amplia a profundidade de 10,5 para 14 metros de calado e abre um novo canal de acesso às embarcações.

24 horas

Segundo o Ministro, o Governo vai exigir, por meio de edital, que as empresas contratadas para realizar as obras em Santos e Rio tenham três turnos de oito horas por dia, com o propósito de cumprir o calendário do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Concessão

De acordo com o Ministro, a primeira concessão de portos públicos para a iniciativa privada acontecerá ainda este ano, em Manaus. Será construído um novo porto, muito próximo ao Polo Industrial de Manaus. O leilão deverá ocorrer no segundo semestre e o critério de escolha será o de menor tarifa.

Com as informações – Diário do Nordeste

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta