Rapidinhas da madruga!

0
Lá vamos nós com as Rapidinhas, primeiro dando um “échio” no evento que vai discutir projetos de captura de carbono. OPEP se diz preocupada com alta nos preços do petróleo. Alguém acredita? Porto japonês reabre pela primeira vez após o tsunami. Esperamos que muita coisa boa chegue par aesse povo que tem sofrido tanto nas últimas semanas. Vamo que vamo!

Porto japonês reabre após Tsunami – O Porto de Sendai, uma das cidades mais afetadas pelo terremoto e o posterior tsunami de 11 de março na província japonesa de Miyagi, foi reaberto para o tráfego comercial com uma carga de veículos da fabricante Toyota. Segundo informou a agência local “Kyodo”, cerca de 300 carros do maior fabricante mundial de veículos, produzidos em sua fábrica na província de Iwate (norte japonês), foram carregados em um navio com destino a Nagóia (região central). O Governador de Miyagi, Yoshihiro Murai, por sua vez, indicou que no fim deste mês estarão prontas 1.311 casas temporárias em 13 das localidades mais afetadas na província. A previsão é que outras 10 mil comecem a ser construídas em meados de maio. O Aeroporto de Sendai foi reaberto na quarta-feira, pouco mais de um mês depois de ter sido arrasado pelo tsunami de 11 de março, em tragédia que deixou o saldo de 3.645 mortos e 14.384 desaparecidos.

OPEP preocupada com preços do petróleo – O Secretário-geral da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Abdullah El Badri, disse hoje (18) que os países produtores estão “preocupados” com a alta dos preços. Segundo ele, os mercados foram abastecidos suficientemente. “O alto preço do petróleo é preocupante”, disse ele. O assunto é tema de uma reunião dos ministros de Energia do Continente Asiático, no Kuwait. De acordo com El Badri, nos debates a questão da alta dos preços do petróleo predomina. A alta do preço do petróleo também preocupa o Governo e os consumidores do Brasil. Nas bombas de gasolina, nos postos, os valores variam a cada região, mas há estados que já ultrapassou R$ 3 o litro. Autoridades brasileiras não afastam a possibilidade de um novo reajuste nos próximos dias.

CCS em discussão – Já publicamos, mas é bom relembrar. Começou nesta segunda-feira (18), o 1° Congresso Brasileiro de CO2 na Indústria do Petróleo, Gás e Biocombustíveis. Realizado pelo Instituto Brasileiro de Petróleo Gás e Biocombustíveis (IBP), no hotel Sofitel, no Rio de Janeiro, o evento tem como objetivo mapear a pesquisa e os desenvolvimentos tecnológicos sobre CO2, principalmente no setor de petróleo. Serão abordados no evento temas como captura, transporte, armazenamento geológico, conversão, monitoramento do gás e os efeitos de gases contaminantes. São esperados cerca de 320 profissionais do setor durante os três dias do Congresso. Entre os palestrantes, representantes de empresas como Petrobras, Agência Nacional do Petróleo (ANP), DNV, Schlumberger, BG Group e Statoil. Também estão previstas apresentações de representantes das universidades de Londres e de Bari, na Itália. Programação completa e mais informações: www.ibp.org.br

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta