Conheça Fernando Real, Diretor Presidente da Maestra Navegação e Logística

4

Fernando Real, 46 anos, brasileiro, casado, é o Diretor-Presidente da Maestra Navegação e Logística, empresa pertencente à Triunfo Participação e Investimentos e a mais nova companhia do setor de cabotagem brasileiro. O executivo já atuou na Diretoria da Rodo Linea Implementos para Transporte, MRS Estudos Ambientais, Águas de Paranaguá, Grupo Josapar-Suprarroz, na Arisco Industrial – como Gerente de Negócios.

Real possui MBA em Gestão Empresarial (ISAE/FGV), é graduado em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Pelotas. Além de curso  de idiomas na Inglaterra, possui experiência internacional na EFLP- Zurique-Suíça, West Of Scotland College – Escócia e Grupo Sonae – Portugal.

Como um de seus desafios, Real destaca o oferecimento de um serviço de logística integrada, que coordene todos os braços do transporte de cargas, seja por meio rodoviário ou ferroviário, ou pela navegação marítima ou fluvial.

A companhia está habilitada a fazer tanto o transporte porto a porto, em que o cliente entrega a mercadoria no porto de origem e a recebe no porto de destino, como também o transporte porta a porta, em que a empresa cuida de toda a logística, desde a coleta até a entrega da mercadoria. “A idéia é oferecer um serviço de logística integrada, coordenando todos os braços do transporte de cargas, seja por meio rodoviário ou ferroviário ou pela navegação marítima ou fluvial”, diz, acrescentando que “60 a 70% do volume total será no porta a porta”.

A Maestra, cujo aporte de investimentos realizado pela Triunfo soma aproximadamente R$ 60 milhões, atenderá o mercado com quatro embarcações, mantendo freqüência regular semanal. A companhia somará mais de 200 colaboradores. A rotação dos navios Maestra começa em Navegantes e passa por Santos, Salvador, Suape e Manaus.

Com grandes perspectivas de desenvolvimentos locais, principalmente nas regiões Norte e Nordeste do País, e com o aquecimento do mercado doméstico, o executivo acredita que os gargalos logísticos do Brasil podem ser superados com a cabotagem. “As metas audaciosas do governo no transporte, tanto em redução de custos, bem como em medidas mais ecológicas, podem ser alcançadas com a cabotagem, beneficiadas pela longa extensão da costa brasileira e também devido às vantagens no transporte marítimo de longas distâncias”, afirma.

Por Redação Portal Marítimo

4 COMENTÁRIOS

  1. O mundo precisa de pessoas assim de responsabilidade e de carater profissional, é nessas pessoas que nos espelhamos, sucesso e boa sorte.

Deixe uma resposta