Fila em Santos para o embarque do açúcar

0

Os navios estão de volta às filas nos portos brasileiros. Treze embarcações já aguardam na barra do porto de Santos à espera de açúcar, que está escasso por causa da safra mais atrasada no Centro-Sul. Em 28 de abril do ano passado, o número era bem menor: seis navios esperavam pela commodity em Santos, segundo SA Commodities, que atua em parceria com a Unimar no ramo do agenciamento marítimo.

Além dos que já aguardam no porto paulista, outros 12 estão nomeados para chegar até a primeira semana de maio, afirma Nicolle Monteiro de Castro, da SA Commodities. Na mesma época do ano passado, 15 estavam à caminho do porto. “A movimentação já está grande e em meados de maio deve atingir de 30 a 40 navios somente em Santos”, diz Nicolle.

Em Paranaguá, além das quatro embarcações que já esperam na barra por açúcar, há outras nove a caminho. No mesmo período de 2010 havia apenas 1 navio esperando e mais um programado para chegar nos dias seguintes.

O que acontece, diz Jeremy Austin, da trading Sucden do Brasil, é que a produção de açúcar do Centro-sul em abril foi abaixo do esperado e não conseguirá atender todos os contratos firmados para entrega neste mês. A estimativa do mercado era de que o Centro-Sul produzisse 1 milhão de toneladas da commodity em abril, mas na prática, metade disso deve realmente ser produzida.

Nesta semana, em torno de 200 usinas – de um total de 335 – já estão operando com moagem de cana no Centro-Sul. No entanto, a expectativa do mercado era de que esse desempenho já tivesse iniciado há 15 dias.

Assim, observa Austin, neste momento o mercado mundial está sendo suprido pelo açúcar da Tailândia. A produção do país asiático surpreendeu e o volume a ser exportado deve ser maior. Ele estima que o excedente exportável do país será próximo de 6 milhões de toneladas, duas mil toneladas a mais do que o esperado pelo mercado.

Com as informações – Fabiana Batista / Valor Econômico

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta