Maersk planeja vender sua frota de gaseiros

0

A A.P. Moller-Maersk planeja retirar-se do segmento de transporte de gás líquido natural depois de quase 40 anos de ativididade no setor. O diretor executivo do grupo, Nils Andersen, afirmou na última quarta-feira que a Maersk LNG, divisão do grupo responsável por essas operações, está para ser vendida.

Segundo Andersen, a companhia tem total confiança nos lucros das atividades da Maersk LNG neste ano, mas acredita que essa divisão jamais será suficientemente significativa para os negócios do grupo e, por essa razão, prefere vendê-la e realocar o dinheiro da venda em outros departamentos-chave.

Ainda não se saber se a unidade será vendida integral ou parcialmente. De acordo com Andersen: “Se os compradores se interessarem por uma parte particular dos negócios, seremos flexíveis. Eu acho que para os próximos dois anos o mercado será bom, então não há pressão para vendermos a empresa. Ela só será vendida quando tivermos uma boa oferta”, afirmou.

Com oito navios, a frota da Maersk LNG acaba, por vezes, sendo menosprezada pelos grandes players da indústria, como a MISC, da Malásia, que tem 29 navios, a Nakilat, do Qatar, que tem 25 embarcações, e a Yusen Kaisha, do Japão, que possui 23 unidades.

Com as informações – Guia Marítimo

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta