Sociedade com a PDVSA pode acabar

0

O diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, sinalizou ontem que a sociedade com a estatal venezuelana PDVSA para a construção da refinaria Abreu e Lima talvez acabe.

Segundo ele, o tempo está ficando escasso para que a venezuelana cumpra com sua parte no acordo para a construção da unidade, que deverá processar 230 mil barris de petróleo por dia em Pernambuco.

“Negócios às vezes vão pra frente, às vezes não vão”, afirmou Costa, já considerando a possibilidade de que a estatal brasileira tenha que seguir sozinha com o projeto, inicialmente orçado em US$ 8 bilhões.

O executivo afirmou que a PDVSA tem até agosto para assumir a sua parte de 40% no acordo da refinaria. A empresa venezuelana precisa negociar com o BNDES até este prazo a sua parte do financiamento de R$ 10 bilhões que será liberado pelo banco para o projeto. “Eles precisam fechar até agosto a negociação com o BNDES”, disse.

Com as Informações: Diário do Nordeste (CE)

Por Caê Mahan

Deixe uma resposta