É hoje – Licitação para obras em Pecém

0

A licitação para execução das obras da segunda fase de ampliação do Terminal Portuário do Pecém acontece hoje, quarta-feira (22), às 9 horas, na Procuradoria Geral do Estado (PGE). Ao todo, 18 empresas demonstraram interesse em realizar o empreendimento, com estimativa de valores superior a R$ 600 milhões em investimentos.

O Secretário da Infraestrutura do Estado (Seinfra) Adail Fontenele, afirma que a concorrência gerada pelo número de interessados será benéfica ao Estado, apresentando preços mais competitivos.

Os serviços incluem uma nova ponte de acesso ao quebra-mar existente com 1.520 metros de extensão, pavimentação de 1.065 metros sobre o quebra-mar; a ampliação do quebra-mar em cerca de 90 metros; o alargamento em cerca de 33 metros; a construção de 600 metros de cais com dois berços de atracação de navios cargueiros ou porta-contêineres voltados para operação com carga geral e produtos da siderúrgica, refinaria e ferrovia; e a ampliação do pátio da retroárea de aproximadamente 69.000 metros quadrados.

A nova ampliação deverá atender aos futuros empreendimentos, como a refinaria de petróleo Premium II, da Petrobras, a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), as necessidades da Ferrovia Transnordestina, com trecho até o Pecém. O edital n.º 20110003 estabelece que podem participar empresas ou sociedade regularmente estabelecida no País, ou consórcio de, no máximo, três empresas de engenharia com experiência em obras similares ou de similar complexidade. “O Governador Cid Gomes vê as obras realizadas no Porto do Pecém como fundamentais para o desenvolvimento do Estado, por isso sua disposição em investir na estrutura necessária à captação de empreendimentos”, destaca Adail Fontenele.

Primeira etapa entregue em agosto

O titular da Seinfra lembra que, no início de agosto, está prevista a entrega da primeira etapa das obras, referente à construção de um novo Terminal de Múltiplo Uso (TMUT), com dois berços, que atenderão aos navios porta-contêiner; à ampliação do quebra-mar, para mil metros; e ao prolongamento da ponte existente, de 348 metros. O valor da obra é de aproximadamente R$ 410 milhões. A expectativa é que, até 2016, o Complexo Industrial e Portuário do Pecém esteja composto por um berço no TMUT, um novo quebra-mar, dois berços de granéis sólidos; e cinco berços de granéis líquidos. A conclusão das intervenções acontece um ano antes da entrada em operação da refinaria Premium II, da Petrobras, prevista para início em 2017.

Serviço

As propostas serão apresentadas nesta quarta-feira, 22 de junho, às 9 horas, na  Comissão Central de Concorrências da Procuradoria Geral do Estado.

Com as informações – Marcos Cavalcante / Seinfra

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta