CPES comemora o Dia do Agente Marítimo

0

A Capitania dos Portos do Espírito Santo foi a anfitriã da comemoração pelo Dia Nacional do Agente Marítimo, instituído pela Lei nº 11.791/2008 e celebrado pela primeira vez, no País, em 2009. O evento no Espírito Santo foi realizado na última terça-feira (21) com hasteamento da bandeira do Brasil e contou com a presença de militares, representantes de agências marítimas e outras autoridades.

Para os presentes, homenagear os trabalhadores em Agenciamento Marítimo é um reconhecimento da relevância e dos serviços prestados por esses profissionais ao desenvolvimento do comércio internacional.

Selo comemorativo da FENAMAR

O Presidente da Federação Nacional das Agências de Navegação Marítima (Fenamar), Glen Gordon Findlay, enviou mensagem, lembrando a fundação da entidade em 1989, que hoje congrega 12 entidades filiadas em todo o Brasil, e a importância da organização da categoria para apresentar e defender seus direitos.

O presidente do Sindicato das Agências Marítimas do Espírito Santo (Sindamares), Waldemar Rocha Neto, que organizou o evento, destacou que as parcerias entre o Sindicato, Capitania dos Portos e diversos outros entes relacionados ao setor rendem bons resultados para o segmento marítimo no Espírito Santo.

O Capitão dos Portos do Espírito Santo, Capitão-de-Mar-e-Guerra Paulo Cesar Gomes Bessa, de improviso, agradeceu as presenças e elogiou a relação com as agências marítimas e convidou a todos para a cerimônia de transmissão de cargo que acontecerá no início de julho.

História

A origem da atividade do Agente Marítimo perde-se no tempo. Desde que o comércio marítimo se instituiu, nos primórdios da história da civilização, surgiu também a necessidade dos Armadores possuírem, em cada porto, um representante com conhecimento em áreas comerciais e jurídicas, além de prestar atendimento adequado às tripulações, características preponderantes dos Agentes de Navegação Marítima.

Empregando tecnologia de ponta e pessoal qualificado, as Agências de Navegação Marítima contribuem para o sucesso comercial de seus Armadores no Brasil e no mundo.

O Agente é o elo indispensável na cadeia de comunicação entre o Armador e os diversos personagens que interagem com o navio quando este chega ao porto, antes mesmo de estar atracado.

Com as informações – Porto Gente

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta