OSX vai contratar fornecedor de equipamentos para as FPSOs

1

A OSX estruturou estratégia de contratação de equipamentos críticos para os primeiros oito FPSOs (OSX-4 a OSX-11) que serão fabricados na Unidade de Construção Naval (UCN), no Porto do Açu (RJ). São, ao todo, 13 equipamentos críticos que devem ser contratados até o próximo ano.

A estratégia, coordenada pelo Diretor de Operações da empresa, Carlos Bellot, é dar escala para os fornecedores se instalarem no país, com a opção do próprio Porto do Açu como locação para as novas plantas industriais.

A empresa vai padronizar a estrutura das plataformas para facilitar as encomendas. Os FPSOs, adianta o Presidente da OSX, Luiz Eduardo Carneiro, serão 70% similares. “Vamos dar escala nas encomendas de equipamentos críticos, que demandam mais prazo para entrega. Já estamos preparando isso”, conta Bellot.

A primeira concorrência já foi lançada ao mercado. GE, Siemens, Dresser Rand e Man Turbo disputam a licitação da empresa para o fornecimento dos sistemas de compressão para as unidades. A meta é que sete dos 13 itens críticos sejam contratados ainda em 2011. Além dos sistemas de compressão, a estratégia deve englobar guindastes, turbogeradores, turbocompressores e vasos de pressão.

A OSX possui hoje cinco FPSOs da OGX em carteira. As três primeiras unidades já estão contratadas ou em negociação. A partir da quarta unidade as obras serão feitas na UCN. Carneiro adianta que negociações entre as duas empresas do Grupo EBX estão avançadas para que novas encomendas sejam feitas agora no segundo semestre.

Carneiro e Bellot participaram nesta sexta-feira (1/7) da cerimônia de assinatura de convênio entre a OSX e o Senai do Rio de Janeiro para qualificação de 3.100 trabalhadores para atuar na UCN. A empresa do Grupo EBX vai investir R$ 13 milhões no projeto, que pretende beneficiar moradores de Campos dos Goytacazes e São João da Barra, município onde será instalado o estaleiro da empresa.

A expectativa é que até 2013 sejam formados 7,87 mil técnicos em produção, inspeção e supervisão de equipamentos.

Com as informações – Energia Hoje

Por Rodrigo Cintra

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta