Diário de bordo 2 – Vamos elucubrar!

1

Acabei de descobrir que “fingir que se está animado” é de fato, uma ótima maneira de se animar.

Eu já escrevi um tempo atrás, que prefiro me decepcionar 10 vezes ao dia do que admtir que não tenho nada de bom pra esperar. Mas e quando nem planejar algo inesperado é animador? Quando o melhor que você pode fantasiar não é bom o suficiente? Não pense. Não planeje, não fantasie. Levante a cabeça, respire, e finja que está tudo bem. Eu comecei a tentar isso, e bom… Digamos que so far, so good.

Não, não estou explodindo de felicidade por aqui, mas há um sorriso de canto de boca me perseguindo. Não faço idéia de como isso funciona, mas lembro de quando era criança, e achava impossível dormir.  Minha mãe sempre me aconselhava a pensar do dia, tudo que você fez, o que poderia melhorar, e pensar pro dia seguinte. Isso tem servido por aqui também. Saber que quando voltar tudo estará diferente, pensar no que passou e tentar programar o próximo desembarque, têm feito meus dias “mais ou menos”.

Ok, tomar o primeiro banho de óleo, dar a primeira marretada, limpar os primeiros filtros, apertar os primeiros parafusos etc, também ajudam. Afinal, já eram quase 8 meses sem graxa, só no projeto.

E temos as histórias… Ver o Enfermeiro no seu primeiro embarque, indo todo dia na sala do Segurança pegar o “vale” para o almoço (carimbado e assinado!!) não tem preço. O velho e bom ping-pong valendo minutos no Inmarsat, e por aí vai.

O mar, e as mil e uma elocubrações que ele provoca. O interessante mesmo, é que ainda tem gente que lê…

Por Caê Mahan

1 COMENTÁRIO

  1. Mahan… se vc acredita em mantras, vou te passar um que salvou minha animação na praticagem e tem me ajudado sempre que as coisas se complicam.

    Zengoldábil

    Fale ou escreva algumas vezes por dia esse poderoso mantra, que as energias do universo começarão a conspirar a seu favor.

    Boa sorte pra vc nessa jornada que não é fácil, mas que tem um final feliz. Acredite!

Deixe uma resposta