Construção do EISA em Alagoas começa em 2 meses

0

A construção do estaleiro Eisa no município de Coruripe deve começar em 60 dias, segundo declarou o Secretário Adjunto da Seplande (Secretaria de Estado do Planejamento e Desenvolvimento Econômico de Alagoas), Keylle Lima, durante o seminário Oportunidades de Negócios e Empregos para a Região Sul de Alagoas. O evento foi realizado nesta terça-feira, 12, em Penedo.

Representando no seminário Luiz Otávio Gomes, titular da pasta que não veio a Penedo porque foi convocado para uma reunião com o Governador interino, Thomaz Nonô, segundo Keylle Lima, o Secretário Adjunto da Seplande afirmou que todos os projetos exigidos pelos órgãos ambientais (Ibama e IMA) relacionados à construção do estaleiro já foram entregues. A conclusão dos procedimentos burocráticos permite o começo das obras do investimento orçado em R$ 1,5 bilhão.

O desenrolar dessa “novela mexicana”, como disse Keylle Lima, citando classificação de Luiz Otávio sobre os entraves gerados para obtenção de autorizações e licenças ambientais, possibilitará a efetivação da obra de maior impacto para a região. Dentre os números apresentados pelo representante do governo estadual, a construção do Eisa vai gerar 4.500 empregos diretos e mais nove mil indiretos na estrutura planejada para fabricar de quatro a oito navios por ano, embarcações de médio e grande porte.

Além das atividades diretamente relacionadas à operação do estaleiro, a economia da região será aquecida com a procura por serviços, como oferta de alimentação e construção de moradia, exemplificou Keylle Lima, dentre outras oportunidades de negócio que devem surgir a partir do investimento.

O Eisa ocupará área de 200 hectares no município escolhido em função das barreiras situadas no litoral, relevo que influencia na maré de modo favorável para a construção de um estaleiro, conforme explicou o secretário adjunto, ressaltando que nenhum outro ponto da costa alagoana tem as condições naturais encontradas em Coruripe.

Com as informações – Fernando Vinícius / Aqui Acontece

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta