ANP – Licitação para mais 20 blocos na Bacia do Solimões

0

Vinte blocos exploratórios da Bacia do Solimões devem ser licitados na 11ª Rodada de Licitações de Blocos Exploratórios pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O anúncio foi feito pelo Superintendente de Desenvolvimento de Produção da ANP, Paulo Alexandre Silva.

A realização da rodada que vai disponibilizar 174 blocos das Regiões Norte e Nordeste, prevista para este semestre, ainda não foi definida pela Presidente Dilma Roussef.

Com a  descoberta do pré-sal, não há mais a necessidade de abrir rodadas todos os anos para atingir a auto suficiência uma vez que os resultados do pré-sal asseguram o conforto na produção, avalia Alexandre Silva, que na semana passada esteve em Manaus participando do evento Petronor 2011.

“Verificamos que a atratividade está sendo muito grande, inclusive de grandes empresas internacionais e várias brasileiras interessadas nos blocos que vão a leilão. Mas é a presidente que vai decidir qual o melhor momento para a rodada”, destaca Silva.

O prazo previsto pelo Governo era de que ela ocorresse no segundo semestre deste ano mas, segundo reportagem do jornal O Estado de S.Paulo, a Petrobras pediu o adiamento para 2012, por conta da demora na aprovação do plano de investimentos da estatal para o período 2011-2015. O Governo quer que a estatal corte parte dos gastos previstos no plano, o que poderia deixar a Petrobras fragilizada para disputar blocos no leilão.

Para o Superintendente da ANP, as Bacias Sedimentares do Solimões, Amazonas e Acre são consideradas estratégicas pelo governo brasileiro e pela agência reguladora. “Além do óleo de grande qualidade, essas bacias podem propiciar grandes descobertas de gás natural”, observa.

A Bacia do Solimões, onde é a única das três bacias que está em fase produção e é responsável por 18% da produção de gás natural nacional, com cerca de 11 milhões de metros cúbicos (m³) produzidos por dia.

“Não fala-se somente do pré-sal na Região Sudeste, mas também na possibilidade de encontrar grandes jazidas de gás natural aqui na Região Amazônica. Sabe-se que existem mais de 20 blocos exploratórios – todos eles numa fase em que foram feitas algumas descobertas e avaliações. Vislumbramos, com isso, uma possibilidade dos brasileiros terem outra notícia espetacular com relação às novas descobertas de óleo e gás natural”, destaca o Superintendente da ANP.

Com as informações – D24Am

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta