Porto de Itajaí cresce 14% no primeiro semestre

0

O Complexo Portuário do Itajaí registrou um avanço de 14% nas operações realizadas no primeiro semestre de 2011. Foram operados 5,05 milhões de toneladas de mercadorias, ante 4,45 milhões de toneladas embarcadas e desembarcadas no igual período de 2010.

Com relação às operações com contêineres, no acumulado do semestre o Complexo registrou a movimentação de 481,8 mil TEUs (Twenty-foot Equivalent Unit – unidade internacional equivalente a um contêiner de 20 pés), ante 426,5 mil TEUs operados no mesmo semestre de 2010. O avanço foi de 13%.

Se analisadas apenas às operações de junho, a movimentação total do Complexo no mês foi de 883,19 mil toneladas, inferior em 4,61% ao montante movimentado em maio, de 925,89 mil toneladas.

Entretanto, se comparada à movimentação de junho de 2010, observa-se um crescimento de 17%. Em contêineres, foram movimentados 86,38 mil TEUs, ante 91,5 mil TEUs operados no mês anterior, com recuo de 5,59%. Já na comparação com o mesmo mês do ano anterior, foi observado crescimento 22%.

A APM Terminals movimentou 38,89 mil TEUs em junho, ante 43,55 mil TEUs no mês anterior. No entanto, acumula no semestre uma movimentação de 221,56 mil TEUs, contra 157,07 mil TEUs movimentados entre janeiro e junho do ano passado, com um crescimento robusto de 41%.

Já o Terminal Portuário de Navegantes – Portonave/S.A. teve uma movimentação de 47,49 mil TEUs, praticamente a mesma movimentação do mês anterior, ainda que no comparativo com junho do ano passado tenha registrado um crescimento de 25%. No acumulado do semestre, a Portonave registra 259,36 mil TEUs operados, contra 268,39 mil TEUS em igual período do ano passado, com um decréscimo de movimentação de 3%.

Frango lidera

Os dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC) apontam que, em maio, a exportação o frango congelado continuou liderando a movimentação com 31,78% do total enquanto outras carnes (suíno e bovino) representam 17,3%.

No entanto, o Diretor Comercial do Porto de Itajaí, Robert Grantham destaca que “a fase de grande expansão das exportações de frango deve se estabilizar, podendo apenas apresentar crescimento estagnado, uma vez que nos últimos oito semestres os volumes exportados mantiveram-se estáveis.”,

Outros Produtos

Outros destaques da exportação foram os produtos do setor metal-mecânico com 19% da pauta, madeira e derivados com 9% e fumo com 8,2%. No sentido inverso, ou seja, nas importações, o líder em valor é o setor metal-mecânico, responsável por 38,5% das mercadorias que entram pelo Complexo Portuário, seguido de produtos químicos, com 20%. Já o complexo têxtil (fios, linhas e tecidos) soma 19,8 %.

Escalas

Durante o período atracaram 103 navios em junho, ante 113 em maio. No acumulado do semestre foram 638 escalas, contra 592 no igual período do ano passado. O crescimento foi de 8%, o que permite entender que as escalas crescem em numero menor que a movimentação, indicando um ganho de volume por navio individualmente.

A APM Terminals registrou 43 escalas, com um acumulado no semestre de 252 navios, contra 203 no mesmo período do ano passado, com crescimento de 24%. A Portonave, no mesmo período, registrou 57 escalas, com um acumulado no semestre de 319 navios, ante 305 no primeiro semestre de 2010, com crescimento de 5%.

O terminal Braskarne contabilizou duas escalas no mês, tendo no acumulado nove navios, com um decréscimo de 31% no comparativo do semestre. A Poly Terminais não teve escalas no mês e no acumulado do semestre manteve o mesmo numero de oito escalas.

O Teporti registrou apenas uma escala no mês, sendo que no acumulado do semestre teve 23 escalas, contra 12 no mesmo semestre de 2010, com um crescimento, portanto, de 92%. O Terminal Trocadero não registrou movimentação.

Com as informações – Economia SC

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta