Navio ou Plataforma? Conheça o FLIP

1
989

O RP FLIP (FL oating I nstrument P latform) é um navio de pesquisa para mar aberto, de propriedade do Office of Naval Research e operado pelo Laboratório de Física Marítima do Instituto de Oceanografia Scripps, ligado à Universidade da Califórnia e fica localizado em La Jolla, Califórnia.

O navio tem 355 pés (cerca de 108 metros) de comprimento e é parcialmente submersível, sendo capaz de girar 90 graus em volta de sua Seção Mestra, afundando sua popa, através de tanques de lastro, resultando numa estrutura que fica com apenas 55 pés (cerca de 17 metros). Neste momento, suas anteparas passam a ser o piso da embarcação.

FLIP efetuando o giro

Após girado, boa parte de sua estabilidade é garantida pelas águas que ficam abaixo da linha de influência das correntes marítimas e ondas, fazendo do FLIP uma plataforma imune às ações das ondas.

Após as operações, os tanques são esvaziados injetando-se ar comprimido nos tanques da seção submersa, fazendo com que a embarcação retorne à posição horizontal, podendo então ser rebocada para uma nova posição.

Este navio é frequentemente confundido com um navio emborcado ou soçobrado.

FLIP Posicionado

O FLIP foi criado pelo Laboratório de Física Marítima com fundos do Office of Naval Research. A Gunderson Brothers Engineering Company, localizada em Portland, Oregon lançou o FLIP em Junho de 1962. Em 1995 o FLIP recebeu uma modernização no valor de US$ 2 milhões.

A embarcação só pode ser deslocada a reboque

O FLIP é projetado para estudar a altura das ondas, sinais acústicos, temperatura e densidade da água e para a coleta de dados meteorológicos. Devido à grande interferência que poderia ser causado nos instrumentos acústicos, o FLIP não possui motores ou outros meios de propulsão, sendo sempre deslocado por meio de reboque para a posição desejada, podendo ficar estático, de maneira livre ou então preso por âncoras. O FLIP pode atingir velocidades entre 7 e 10 nós, quando rebocado.

Veja o vídeo mostrando o giro do FLIP:

Seu deslocamento bruto é de cerca de 711 TPB e é tripulado por 5 marítimos, podendo comportar até 11 cientistas além de sua tripulação. O navio tem autonomia para operar por até 1 m~es sem necessidade de reabastecimento de suprimentos, estando apto a operar em qualquer lugar do mundo, apesar de sua área normal de operação ser a Costa Oeste dos Estados Unidos.

Detalhes da Embarcação

Abaixo podemos ver um vídeo mais detalhado, mostrando o que acontece dentro da embarcação quando está girando:

Sua Base de Operações fica na  Scripps Nimitz Marine Facility, em San Diego, California.

Com as informações – Wikipedia

Por Rodrigo Cintra

1 COMMENT

Deixe uma resposta