TWB Bahia doca três ferries

0

Com o objetivo de ter até oito navios em operação no próximo verão, a TWB Bahia, concessionária do sistema ferry boat, encaminhou para vistoria geral os ferries Ivete Sangalo, Rio Paraguaçu e Agenor Gordilho. A docagem simultânea foi feita na última quinta-feira (28) na Base Naval de Aratu e a previsão é que até o final do mês de agosto os barcos estejam de volta à água devidamente reparados e prontos para navegar com mais confiabilidade e melhor desempenho.

Enquanto este trio passa por reparos, o Anna Nery e o Maria Bethânia seguirão na operação diária da travessia Salvador-Itaparica amanhã, com expectativa ainda de contar com o Pinheiro, em manutenção, e o Juracy Magalhães Jr.. Este último é um dose dupla modernizado, remodelado e remotorizado pela concessionária, que operou com sucesso no último São João e passa agora, por causa de mudanças estruturais, por vistoria da sociedade classificadora para homologação definitiva.

Como nas próximas semanas a capacidade de transporte estará limitada, a possibilidade de realizar viagens em horários extras com a frota disponível é pequena. Por isto, a empresa orienta os usuários do transporte para que neste período, na medida do possível, programem a travessia para os horários de menor movimento. Será um período de investimentos e dedicação para que todos possam usufruir de uma alta temporada mais tranqüila com até oito ferries em operação, que é o objetivo da TWB Bahia.

Check up – Os serviços nos ferries Ivete Sangalo, Agenor Gordilho e Rio Paraguaçu fazem parte do programa anual de manutenção, planejado pela TWB Bahia com vista ao fluxo muito intenso previsto para a alta temporada. Este programa foi apresentado à Secretaria de Infraestrutura da Bahia – Seinfra para o ano de 2011 e contempla ainda a modernização do ferry boat Ipuaçu, que será modernizado e receberá novos motores adquiridos pela secretaria.

Durante a docagem, viabilizada com auxílio da Seinfra em função das poucas vagas existentes e lotação dos diques que existem no estado, os três ferries receberão o devido trato nos equipamentos e estrutura.

A lista de serviços, orçada pela TWB Bahia em R$3 milhões, inclui tratamento de casco, linhas de eixo, hélices, pintura, limpeza, entre outros. Para tudo ser bem feito no prazo previsto, primando por segurança, qualidade e tempo (nesta ordem), cerca de 130 pessoas trabalharão diretamente na obra, incluindo equipe da própria empresa e de terceirizadas.

Por Redação Portal Marítimo

Deixe uma resposta