Petrobras faz parceira em laboratório de motores

0

A Petrobras e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT) inauguraram ontem, 18 de agosto, o Laboratório de Motores do IPT, que atua na pesquisa e desenvolvimento de combustíveis, aditivos e motores de combustão, com foco em motores e veículos do ciclo diesel.

O laboratório, que faz parte da Rede Temática de Desenvolvimento Veicular, recebeu investimentos de R$ 5 milhões para modernização da infraestrutura e aquisição de equipamentos. 

O Gerente Executivo do Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes), Carlos Tadeu Fraga, o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, Paulo Alexandre Barbosa, e o Diretor-Presidente do IPT, João Fernando Gomes de Oliveira, participaram da inauguração. 

Com os investimentos da Petrobras, foi possível renovar a bancada de dinamômetro dinâmico do laboratório, onde serão realizados ensaios de emissões de motores de combustão, necessários para o desenvolvimento de combustíveis e motores. Nessa bancada também será possível realizar as certificações de veículos comerciais de acordo com as novas legislações ambientais, como o Euro V do Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve), que entrará em vigor em janeiro de 2012, buscando diminuir os níveis de poluição emitidos por caminhões e ônibus. Em outra nova bancada dinamométrica instalada serão desenvolvidos ensaios de desempenho e durabilidade de combustíveis e motores. 

O novo laboratório também conta com um sistema embarcado com GPS para medição de emissões gasosas regulamentadas, que possibilita a avaliação de veículos em condições de uso, a elaboração de inventários de emissões veiculares e a avaliação de novos combustíveis e de novas tecnologias veiculares, como veículos híbridos.

Redes Temáticas 

O modelo das Redes Temáticas foi criado pela Petrobras em 2006, voltado para o relacionamento com as universidades e institutos de pesquisas brasileiros. Hoje já há 50 redes operando em parceria com mais de 100 universidades e instituições de pesquisas de todo o Brasil.

Nas redes, as instituições desenvolvem pesquisas em temas estratégicos para o negócio da Petrobras e para a indústria brasileira de energia.

A Petrobras vem investindo cerca de R$ 460 milhões anuais, em média, possibilitando às instituições conveniadas a implantação de infraestrutura, aquisição de modernos equipamentos, criação de laboratórios de padrão mundial de excelência, capacitação de pesquisadores/recursos humanos e desenvolvimento de projetos de Pesquisa & Desenvolvimento nas áreas de interesse, como petróleo e gás, biocombustíveis e preservação ambiental. 

Por Redação Portal Marítimo

Deixe uma resposta