Ferramentas de TI otimizam operações nos portos do Brasil

0

Começou na semana passada a integração dos sistemas de controle de diferentes órgãos do Governo responsáveis pelo controle dos navios recebidos pelo Porto de Santos.

O projeto, realizado pelo Serpro, envolve a criação de um painel de controle único com os sistemas da Receita Federal, Polícia Federal, Anvisa, Marinha Mercante e Ministério da Agricultura, agilizando o processo de liberação.

“A iniciativa já foi implementada no Porto de Ilhéus e nossa meta é colocá-la em prática em todos os portos brasileiros”, projeta Marcos Mazoni, diretor-presidente do Serpro, que participou nesta terça-feira, 23, do seminário Brasil TI, em Brasília.

Mazoni destaca que dos cinco órgãos três – PF, RF e Marinha Mercante – já são clientes do Serpro, o que facilita a integração.

Hoje, um navio demora cinco dias e meio para ter o atraque liberado no Porto de Santos, contra uma média mundial de um e meio no resto do mundo.

A situação se agrava à medida em que crescem a movimentação de cargas pelo porto, que para este ano é projetada em 100 milhões – 38% a mais do que o registrado em 2006 – cifra que deve chegar a 230 milhões de toneladas.

Com as informações – Maurício Renner / Baguete

* Maurício Renner participou do Brasil TI em Brasília a convite da Network Eventos, promotora do seminário.

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta