Eficiência Energética – economia de R$ 10 milhões em prédios da Petrobras

0

Com início em 2010, o Projeto de Gestão de Energia aplicado em prédios ocupados pela Petrobras no País consiste em três iniciativas: compra eficiente de energia (uso de energia renovável), implantação de projetos de eficiência energética e desenvolvimento de um sistema de monitoramento e automação predial. Em 2010, o novo modelo proporcionou uma economia de R$ 3,7 milhões. Em 2011, a estimativa é que a redução de custo alcance o montante de R$ 10 milhões.

O processo funciona através da compra de energia elétrica de uma PCH – Pequena Central Hidroelétrica, que é considerada pela legislação brasileira como energia renovável com zero emissão de CO2. Atualmente, 17 prédios da Petrobras no país, incluindo Rio, Macaé e Salvador, estão com 100% do suprimento de energia renovável, e outros três migrarão ainda este ano para o novo modelo. No futuro, a meta é que esta energia renovável para consumo próprio seja gerada pela Companhia.

Outras medidas vêm sendo tomadas para aumentar a eficiência energética nos prédios. Uma delas é o uso de energia solar para aquecimento de água em três edifícios no Rio de janeiro. O sistema já é utilizado no prédio da Universidade Petrobras para aquecer até 23 mil litros de água por dia para o restaurante do edifício, gerando maior economia de gás natural. A solução também já vem sendo usada no prédio ocupado pela Petrobras e Petrobras Distribuidora, no Maracanã, para aquecer a água do restaurante, e no Edifício Sede, no Centro, para aquecimento da água.

Para garantir a qualidade e eficiência do novo modelo, as instalações de energia elétrica e água dos edifícios são monitoradas por um sistema online. Outros prédios também estão sendo mapeados para a implantação dos projetos de eficiência energética, levando em conta o funcionamento dos sistemas prediais: ar-condicionado, iluminação, elevadores, bombas e uso de água. O objetivo é tornar-se referência em eficiência energética predial com a utilização de tecnologia de ponta e desenvolvimento tecnológico. A partir de projetos como este, a Petrobras reforça seu compromisso no combate ao aquecimento global, incentivando a produção e utilização de energia limpa e renovável.

Por Redação Portal Marítimo

Deixe uma resposta