Petrobras e FUP promovem fórum sobre SMS

0

A direção da Petrobras recebeu ontem, dia 06/09, representantes da Federação Única dos Petroleiros (FUP), na sede da companhia, no Rio de Janeiro, para o Fórum Nacional de Práticas de Segurança Meio Ambiente e Saúde. O evento é resultado das negociações do Acordo Coletivo de Trabalho, firmado em 2010, quando foi pactuada a realização de um encontro entre a alta administração da Petrobras e a Federação para discutir avanços na gestão de SMS.

Além do presidente José Sergio Gabrielli de Azevedo, estavam presentes a diretora de Gás e Energia, Graça Foster, os diretores de Abastecimento, Paulo Roberto Costa, de Exploração e Produção, Guilherme Estrella, de Serviços, Renato Duque, e  gerentes de SMS e de RH da companhia.

A FUP apresentou uma visão crítica sobre a situação de SMS no Sistema Petrobras, enquanto a companhia fez uma apresentação sobre a gestão de SMS e as ações em andamento. A área de Segurança, Meio Ambiente, Eficiência Energética e Saúde destacou o investimento e avanços nas questões de segurança na última década.

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, enfatizou que as questões de SMS são fundamentais para a companhia e que, por afetar a vida de todos, deve haver uma participação efetiva dos representantes dos empregados nas discussões. O presidente Gabrielli destacou que a Companhia tem preocupação diária quanto à segurança de seus trabalhadores e suas instalações. “Nos últimos anos, a Petrobras admitiu uma infinidade de novos trabalhadores, metade dos empregados de hoje tem menos de dez anos de companhia, e temos um canteiro de obras enorme. Mesmo com todo esse crescimento, nós tivemos redução nos índices de acidentes e mortes e, de fato, as coisas mudaram muito na companhia, pois cresceu a importância dada a SMS por parte da empresa”, salientou o presidente.

O coordenador de SMS da FUP, José Maria Rangel, o coordenador-geral da Federação, João Antônio de Moraes, e os representantes dos sindicatos dos Estados da Bahia, Dayvid Silva, Duque de Caxias, Simão Zanardi, e Rio Grande do Norte, Márcio Dias enfatizaram a necessidade de se rever procedimentos. João Antonio Moraes salientou a importância da participação dos empregados nas discussões sobre SMS: “A realização deste fórum é uma vitória dos trabalhadores da Petrobras, e uma maior participação dos empregados na gestão de SMS certamente contribuirá de maneira efetiva para evitarmos acidentes e fatalidades”, disse Moraes.

Ao final do encontro, a empresa e os representantes dos empregados decidiram que o Fórum ali representado se reunirá a cada seis meses, enquanto um grupo mais técnico realizará encontros trimestrais para debater e propor ações de SMS. Ficou acertada ainda a criação de um grupo de trabalho paritário para o aprofundamento de pontos específicos. Esse grupo debaterá os seguintes temas: subnotificações de acidentes, fatalidades, Atestado de Saúde Ocupacional (ASO) e fortalecimento das Comissões Internas de Prevenção de Acidentes (CIPAS) e terá 90 dias para realizar os trabalhos. Os resultados serão apresentados em novo fórum com a alta administração da companhia, já agendado para o inicio de dezembro.

Por Redação Portal Marítimo

Deixe uma resposta