Tempestade Tropical Nate faz Pemex evacuar plataforma

0

A presença da tempestade tropical “Nate” motivou a retirada de 473 trabalhadores de cinco plataformas marítimas da empresa estatal Petroleos Mexicanos (Pemex) no Golfo do México, informou a companhia nesta sexta-feira.

A Pemex explicou que como medida preventiva está evacuando os trabalhadores das plataformas Bicentenário, Centenário, Max Smith, Roy Butler e Super Sundowner, localizadas em frente à costa dos estados de Veracruz e Tamaulipas.

Além disso, em instalações terrestres foram tomadas medidas para evitar vazamentos de óleo.

Segundo o mais recente boletim do Serviço Meteorológico Nacional (SMN), emitido às 21h30 de Brasília, “Nate” se encontrava 360 quilômetros ao nordeste de Veracruz, com ventos sustentados de 85 km/h.

A tempestade se mantém estacionada sobre a Sonda de Campeche e pode reiniciar seu movimento nas próximas horas em direção à costa de Veracruz, segundo o SMN, que previu que “Nate” pode aumentar sua intensidade com ventos máximos de 95 km/h.

Já o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês) informou que “Nate” tocará a terra no litoral mexicano provavelmente no próximo domingo.

Tempestade Nate - clique para ampliar

O NHC indicou em seu boletim da 0h de Brasília que o Governo do México emitiu um aviso de tempestade tropical (passagem do fenômeno em 36 horas) para a costa mexicana do sul de Tampico a Punta el Lagarto e outro de vigilância (passagem em 48 horas) do norte de Tampico até La Cruz.

Está vigente também uma vigilância de furacão de Tampico até Veracruz.

“‘Nate’ pode estar perto de se transformar em furacão enquanto se aproxima da costa mexicana”, e podem registrar-se condições atmosféricas típicas de um furacão, já que “um lento fortalecimento está previsto durante as próximas 48 horas”.

Mais cedo, a Pemex tinha informado que devido às condições meteorológicas provocadas por “Nate” a exportação de petróleo mexicano diminuiu sua intensidade, já que foram fechados portos na zona do Golfo do México. Segundo a empresa, o processo será restabelecido “assim que as condições climatológicas na região permitirem”.

Por outro lado, a companhia explicou que mantém seu apoio em busca dos dez trabalhadores da empresa terceirizada Geokenetics, que na quinta-feira deixaram por seus próprios meios uma estrutura marítima devido ao mau tempo e que seguem desaparecidos.

Com as informações – EFE

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta