Sonangol perfura segundo poço em águas brasileiras

0

A Sonangol Starfish está a perfurar um segundo poço exploratório no bloco C-M-622, localizado na parte Sul da Bacia de Campos, próximo aos campos de Maromba e de PapaTerra. Depois de pesquisar reservatórios do pré-sal, a petrolífera decidiu explorar horizontes mais rasos do pós-sal, com o poço Gaivota, perfurado em lâmina d’água rasa de 260 m.

Programado para atingir a profundidade final de 4, 5 mil m, o novo poço começou a ser perfurado na semana passada com a semisubmersível Arctic I. A perfuração está a ser realizada na parte central do bloco, a oeste do poço pioneiro, que apresentou apenas indícios de óleo.A nova campanha deverá estender-se por três meses. Baptizado como SKUA-1, o poço pioneiro atingiu a profundidade final de 6,5 mil m e foi perfurado em lâmina d’água de 800 m.

Concluída a nova campanha, a Sonangol terá que definir se prossegue ou não com as actividades exploratórias no C-M622, avançando pela segunda etapa do programa de trabalho. Caso decida continuar com o bloco terá que perfurar mais um poço na área.

Registre-se que o investimento previsto pela Sonangol Starfish para a perfuração dos seus primeiros poços offshore no Brasil ascendia a cerca de USD 300 milhões. A Sonangol Starfish resulta da aquisição da Starfish Oil & Gas SA, constituída em 1999, por ex executivos da Petrobras e pela Sonangol P&P, uma operação que envolveu cerca de USD 200 milhões.

Com as informações – O País (Portugal)

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta