Apoio Marítimo – Frota brasileira cresce 87% em cinco anos

0
82

Segundo pesquisa feita pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), a frota brasileira de apoio marítimo apresentou uma expansão de 87% ao longo dos últimos cinco anos. Esse crescimento foi impulsionado pela implementação, em 1999, do Programa de Renovação da Frota de Apoio Marítimo (Prorefam), da Petrobras.

Em 2006, a frota brasileira de apoio marítimo contava com 212 embarcações,dois anos depois esse número saltou para 316. Neste ano, esse tipo de navegação dispõe de 397 embarcações.

Os números fazem parte do Raio-X da Frota Brasileira na Navegação de Apoio Marítimo – Principais Empresas e suas Frotas, estudo realizado pela Superintendência de Navegação Marítima e de Apoio, da Antaq. Os dados apresentados foram extraídos do Sistema de Informações Gerenciais (SIG) da Antaq, em 16 de maio de 2011.

O levantamento aponta que, das 99 autorizadas, 15 empresas brasileiras de navegação detêm 54% da quantidade total de embarcações autorizadas para operar no apoio marítimo. Além disso, o estudo aponta que a idade média da frota brasileira de apoio marítimo está em 16 anos, a menor registrada entre as modalidades de navegação no país, devido a constante renovação.

As embarcações dos tipos rebocador/empurrador, supply e lancha representam o maior quantitativo autorizado para a navegação de apoio marítimo. Essas embarcações equivalem a 85% do número total da frota.

Embarcações estrangeiras

A frota de embarcações estrangeiras (exceto as afretadas a casco nu) autorizada para o apoio marítimo no país é atualmente composta por 225 embarcações. Em 2010, os gastos gerados com afretamentos dessas embarcações estrangeiras somaram US$ 1,162 bilhão.

Com as informações – ANTAQ

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta