Suape deve receber o quarto estaleiro

0
82

O primeiro estaleiro pernambucano, o Atlântico Sul (EAS), ainda trabalha para entregar o seu primeiro navio, o petroleiro João Cândido. Mas o estado não para de atrair novos empreendimentos da indústria de petróleo, gás, offshore e naval. A bola da vez é o grupo italiano Navalmare, que na próxima quinta-feira (20) deve assinar um protocolo de intenções para construir sua primeira unidade no Brasil, avaliada inicialmente em R$ 200 milhões. A empresa pretende fabricar estruturas offshore, como plataformas e decks.

O termo para construção do empreendimento, segundo informou a assessoria de imprensa do governador Eduardo Campos, será assinado no último dia do Pernambuco Petroleum Business, que começa amanhã em Porto de Galinhas. No momento, Eduardo está reunido com empresários do grupo estrangeiro, membros da Fiepe (Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco) e do Sinaval (Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore).

A empresa deve operar no Complexo Industrial Portuário de Suape com uma previsão de consumo mensal de mil toneladas de aço, gerando cerca de mil empregos diretos, segundo cálculos da Fiepe. A Navalmare atua no setor de construção naval desde 1979 e, além de estruturas offshore, também opera nos segmentos de transporte de gás e usinas geradoras de energia.

Este é o quarto estaleiro anunciado para Pernambuco, que, além do EAS – único em operação até o momento -, deve sediar o Promar e o Estaleiro CMO. Outras duas empresas também já sinalizaram interesse em investir no segmento: a construtora Mendes Júnior e o grupo italiano Fincantieri.

Com as informações – Diário de Pernambuco

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta