Saiba mais detalhes sobre a nova base da Edison Chouest no Espírito Santo

1
144

Com já divulgado aqui no Portal Marítimo, o Governador Renato Casagrande recebeu os executivos da empresa norte-americana Edison Chouest Offshore, na tarde desta sexta-feira (28), em seu gabinete, no Palácio Anchieta, para a apresentação dos investimentos a serem realizados pela multinacional no Espírito Santo. Saiba agora mais detalhes da reunião.

Os proprietários Damon Chouest e Dino Chouest, acompanhados do Diretor da empresa na América Latina, Ricardo Chagas, e do responsável pelo projeto no Espírito Santo, Roberto Toledo, participaram da reunião, que também contou com a presença do Senador capixaba Ricardo Ferraço, além do deputado estadual Theodorico Ferraço e dos secretários de Estado de Comunicação, Ronaldo Carneiro, de Desenvolvimento, Márcio Félix e do Diretor-Presidente do Instituto Estadual do Meio Ambiente, Aladin Cerqueira.

“O Espírito Santo cresce acima da média nacional e está preparado para receber grandes empresas como a Chouest, atraídas pela nossa pujança no setor do petróleo. Trabalhamos para fazer chegar os frutos deste desenvolvimento a todos os capixabas, nas mais diversas regiões, e a vinda da Chouest para o Sul capixaba é mais uma força para esta descentralização, para a geração de oportunidades para os nossos cidadãos”, destacou o Governador Casagrande.

Algumas imagens da futura base e das operações da Edison Chouest

A empresa vai instalar em terras capixabas uma base de operações logísticas offshore para o setor de petróleo que, até 2015, deverá ter investimentos próximos aos R$ 49 bilhões.

Um estaleiro de reparos navais também faz parte do projeto do Grupo Edison Chouest no Estado, com aporte total aproximado de R$ 400 milhões. Ao todo, o conglomerado possui 114 empresas e atua em sete países. A expectativa é de que sejam gerados 1.200 postos de trabalho na operação.

Segundo Ricardo Chagas, da Chouest, a empresa já assinou acordo de compra e venda do terreno para a instalação no município de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo e o estudo de impacto ambiental deverá ficar pronto até o final de 2011. “Em dezembro de 2012 já teremos o início das operações no Estado. Teremos capacidade para atender a 32 embarcações por dia”, disse.

Os empresários exibiram vídeos com a perspectiva futura das instalações de Itapemirim e das atividades da Chouest pelo mundo. Durante o dia, a comitiva visitou a área onde o empreendimento será construído.

Com as informações – Governo do ES

Por Rodrigo Cintra

1 COMMENT

Deixe uma resposta