Conselheiro da Pemex diz que parceira com Petrobras é possível

0
149

Uma associação entre Pemex e Petrobras para criar uma terceira empresa de energia a fim de atender outros mercados é “possível e desejável”, afirmou Fluvio Ruiz, conselheiro profissional da estatal mexicana.

Ruiz apoiou a proposta do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no sentido de criar sinergias entre as duas petrolíferas, disse um comunicado da Pemex em referência a recentes declarações do ex-líder brasileiro.

“É possível e desejável uma associação com a Petrobras em temas como a capacitação de recursos humanos, a troca de tecnologia e o financiamento para explorar em outras regiões do mundo”, declarou Ruiz.

A Pemex tem em seu Conselho de Administração seis representantes do Estado, cinco do sindicato e quatro conselheiros profissionais. “A provável aliança entre Pemex e Petrobras proposta por Lula poderia ser um dos temas analisados” no Comitê de Estratégia e Investimentos da empresa mexicana, explicou Ruiz.

“O marco jurídico do setor de hidrocarbonetos não impede a possibilidade de explorar outros mercados e regiões geológicas no exterior em aliança com outras petrolíferas. De fato, no passado a Pemex já explorou por sua própria conta no exterior do México e possui uma refinaria no Texas em sociedade com a Shell”, acrescentou.

“Se queremos tornar a Pemex comparável com a Petrobras, temos de duplicar o investimento da paraestatal mexicana”, disse Ruiz ao explicar que o Plano de Negócios da Pemex para o período entre 2011 e 2016 contempla um investimento produtivo médio anual de pouco mais de 300 bilhões de pesos (US$ 22 bilhões).

Enquanto isso, a Petrobras contempla para o mesmo período um investimento anual de quase o dobro desse valor, de acordo com o conselheiro.

Com as informações – EFE

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta