IFF assina convênio com a Universidade Petrobras e beneficia mais de 1000 estudantes

0
145

A Reitoria do IF Fluminense assina um novo convênio com a Universidade Petrobras, que irá beneficiar mais 1060 alunos dos cursos da área Industrial e Meio Ambiente de todos os câmpus do Instituto, além do Pólo de São João da Barra, na próxima quarta-feira, 09 de novembro, no Rio de Janeiro.

Há um ano sendo trabalhado e discutido pela equipe da Extensão da Reitoria, o convênio terá a vigência de três anos, 2012 a 2014, no valor de R$9.935.379,00. Os alunos selecionados, através de edital a ser publicado ainda em novembro, irão receber uma bolsa de R$350 por mês.

Para a Reitora do IF Fluminense, Cibele Daher, a ampliação do convênio vai dar mais visibilidade e reconhecimento à formação de jovens de outras regiões. “Essa ampliação é uma conquista não só pelo número de bolsas ofertadas, mas também porque vai além de Campos, Guarus e Macaé, atendendo alunos de outros municípios, abrindo caminho para que estes alunos possam iniciar estudos e pesquisas na área de Petróleo, Gás, Energia e Meio Ambiente.”, disse Cibele.

O 1º convênio assinado, em execução pelo período de 2010-2012, contempla apenas os câmpus Centro, Guarus e Macaé. De acordo com o Pró-Reitor de Extensão, Eugenio Naegele, isso aconteceu porque quando se começou a discutir o convênio, em 2008, os novos câmpus ainda não estavam em funcionamento.

Atualmente, 711 alunos são contemplados com a bolsa Universidade Petrobras. Com o novo convênio, serão 1771 estudantes do Instituto, no total. Para participar, o aluno tem que estar estudando no IFF por pelo menos seis meses e, em caso de reprovação, ele perde a bolsa.

“Além de garantir a permanência do aluno no curso, possibilitando a sua formação, a bolsa também oportuniza melhores condições de estudo, além de incentivá-lo a fazer trabalhos de base científica”, explica Eugenio.

De acordo com ele, o aluno contemplado tem que fazer um plano de estudo na área de Petróleo, Gás, Energia e Meio Ambiente a ser apresentado em forma de artigo, no final do curso. Ainda este ano, a Essentia Editora deve lançar a revista “Bolsista de valor”, com artigos de alunos já contemplados pelo programa.

Além da ampliação no número de bolsas, o recurso para taxa de bancada também cresceu. Dos atuais R$2.115.750,00, o valor da próxima vigência do convênio será de R$3.280.025,00. Administrativamente, o convênio é executado pela Fundação Pró-IFF.

“Os recursos de taxa de bancada são utilizados para visitas técnicas de alunos, diárias para viagens, compra de equipamentos e execução de serviços para a melhoria dos laboratórios dos cursos”, explica Eugenio.

 Com o novo convênio, serão contempladas 42 turmas da área Industrial e Meio Ambiente, havendo a possibilidade de alcançar mais de 60% dos alunos matriculados nos cursos dessas áreas.

O aluno, Pablo Rangel, 18 anos, do curso de Automação Industrial do câmpus Campos-Centro, é um dos beneficiados pela bolsa, desde 2010. “A bolsa tanto ajuda na compra de material, como representa um incentivo para estudar mais. Além disso, o plano de estudo contribui para aumentar o nosso conhecimento na área”, garante.

Para a Reitora, Cibele, a ampliação das bolsas mostra o compromisso do IFF. “A conquista de bolsas do Programa da Universidade Petrobras para mais três câmpus e para o Pólo de São João da Barra, e a renovação para aqueles que já constavam, representa o nosso compromisso concreto e decisivo para esta educação profissional e tecnológica integral e inclusiva”, afirma Cibele.

Com as informações – IFF

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta