Fernando Henrique Cardoso critica excesso de foco nos royalties

1

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso criticou hoje o excesso de foco na mudança da lei que trata da partilha dos royalties do petróleo entre todos os Estados da Federação, em detrimento da discussão sobre como será conduzida a exploração do pré-sal.

“Eu sei que houve uma mudança importante na lei do petróleo. Mas não sei de que forma será explorado o pré-sal. Só se falou dos royalties de algo que não existe. Ninguém discutiu se era necessário ou não fazer a lei dos royalties”, disse o ex-presidente.

Fernando Henrique Cardoso reclamou da falta de discussões aprofundadas acerca de projetos do Governo. “O que de relevante o congresso discute hoje? Royalty? Palavra inglesa, o povo não entende. E o royalty é para dar um tombo no Rio de Janeiro, no Espírito Santo”, declarou.

Segundo ele, faltou discutir publicamente o projeto do trem-bala, se a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte deveria ter recursos públicos e de que forma os aeroportos deveriam passar para a administração privada. “Voltamos ao período dos projetos de impacto da ditadura militar”, afirmou.

Durante o encerramento do seminário “A Nova Agenda – Desafios e oportunidades para o Brasil”, promovido pelo Instituto Teotônio Vilela, no Rio, FHC também rejeitou a teoria de que o Governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu continuidade às políticas de sua administração. “O Governo do Presidente Lula deformou o que foi feito antes”, disparou.

Com as informações – Agência Estado

Por Rodrigo Cintra

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta