Marinha do Brasil – Novo navio hidroceanográfico terá sua quilha batida hoje

0
258

A embarcação da Marinha destina-se à execução dos Levantamentos Hidroceanográficos em águas interiores na Bacia Amazônica, sob a responsabilidade da Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN).

O acontecimento será em cerimônia presidida pelo diretor-geral do Material da Marinha no dia 05 de dezembro (segunda-feira), às 16 horas, nas dependências do Estaleiro INACE – Indústria Naval do Ceará, em Fortaleza, quando ocorrerá o Batimento da Quilha do Aviso Hidroceanográfico Fluvial (AvHoFlu) “Rio Xingu” ,contratado pela Diretoria de Engenharia Naval ao Estaleiro.

O AvHoFlu “Rio Xingu” é o segundo de uma classe de quatro navios a serem construídos a partir do Relatório de Estudo de Exeqüibilidade realizado pelo Centro de Projetos de Navios, que originou a Especificação de Aquisição, de acordo com os requisitos técnicos de projeto e de desempenho elaborados pela Diretoria de Engenharia Naval que possuem comprimento total de 24,5 metros, comprimento entre perpendiculares de 24,0 metros, boca moldada de 6,5 metros, pontal 2,6 metros, deslocamento leve 95,4 toneladas, deslocamento carregado 140,0 toneladas, calado leve de 0,91 metros, calado carregado de 1,23 metros, velocidade máxima de dez nós e tripulação de dois oficiais, quatro SO/SG e 0oito CB/MN.

Principais Compartimentos (relacionados com a atividade fim), são laboratório ceco (20m2), e paiol de material hidrográfico.

Os navios desta classe recebem nomes de importantes rios brasileiros, especialmente, o Rio Xingu, que é um símbolo da diversidade biológica e cultural brasileira. Ao longo de seus 2,7 mil quilômetros, ele corta o nordeste do Mato Grosso e atravessa o Pará até desembocar no rio Amazonas, formando uma bacia hidrográfica de 51,1 milhões de hectares [o dobro do território do Estado de São Paulo] que abriga trechos ainda preservados do Cerrado, da Floresta Amazônica e áreas de transição.

Os AvHoFlu destinam-se à execução dos Levantamentos Hidroceanográficos em águas interiores na Bacia Amazônica, sob a responsabilidade da Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN), com a finalidade da atualização contínua da cartografia náutica das principais hidrovias na região, sendo de fundamental importância o conhecimento preciso e atualizado do canal de navegação dos rios amazônicos, o que possibilitará melhoria na segurança da navegação.

A INACE venceu a licitação para a construção do lote de Avisos-Hidroceanográficos, ao qual se integra o AvHoFlu “Rio Xingu” comprometendo-se, com isso, a incrementar sua capacitação tecnológica na construção de navios militares e de pesquisa, gerando empregos e contribuindo para o fortalecimento da indústria naval.

Os quatro AvHoFlu serão entregues até novembro de 2012, e sua construção está inserida no Projeto Cartografia da Amazônia, subprojeto Cartografia Náutica, realizado em parceria com o Exército, a Aeronáutica e o Serviço Geológico do Brasil, e coordenado pelo Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia – Censipam, subordinado ao Ministério da Defesa e responsável pelo repasse dos recursos financeiros.

Com as informações – Portal Fator Brasil

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta