Costa Allegra, que ficou à deriva no Oceano Índico, segue sendo rebocado por traineira

3
383

Um helicóptero decolou na manhã desta terça-feira da ilha de Mahè, em Seicheles, para levar mantimentos e equipamentos de comunicação para o navio de cruzeiro Costa Allegra, que está à deriva no Oceano Índico com mais de mil passageiros. Um incêndio no gerador do navio na segunda-feira levou à perda total de energia pela embarcação.

Segundo a empresa Costa Crociere, operadora do navio, ele está sendo rebocado por uma traineira francesa para a ilha Desroches, também em Seicheles, onde deve chegar nesta quarta-feira. A operadora é a mesma do navio Costa Concordia, que naufragou na costa italiana em janeiro, provocando a morte de 32 pessoas.

Segundo a correspondente da BBC em Seicheles, Katy Watson, os passageiros do Costa Allegra devem ser levados na quarta-feira ao único hotel de Desroches e de lá transferidos para Mahè. A transgferência, porém, poderá levar bastante tempo, já que o aeroporto local em Desroches tem capacidade apenas para aviões de pequeno porte, capazes de levar no máximo 20 passageiros por vez.

Piratas

Segundo a Guarda Gosteira italiana, o Costa Allegra está sem ar-condicionado, a cozinha não funciona e o gerador de emergência para o rádio de bordo poderia perder sua capacidade a qualquer momento.

A empresa operadora do cruzeiro afirmou que o navio, que está a cerca de 32 km da ilha de Alphonse, está em uma condição estável e segura, e nenhum passageiro está ferido. A Costa disse já ter contactado dois terços das famílias dos passageiros e afirmou ter colocado um telefone de emergência para contatos.

O navio está em um local considerado perigoso por conta da atuação de piratas somalis. Mas uma porta-voz do governo de Seicheles afirmou à BBC que os ataques a embarcações na região caíram no ano passado e que a segurança aumentou.

O navio conta com nove guardas armados a bordo, e outros seguranças estariam na traineira francesa. Um avião do governo de Seicheles também estaria fazendo sobrevôos para patrulha aérea. Os piratas da região nunca atacaram um navio de cruzeiro.

O Costa Allegra, que havia saído de Madagascar com direção a Seicheles no sábado, tem 636 passageiros e 413 funcionários a bordo. A chegada a Seicheles estava prevista inicialmente para a terça-feira. O itinerário do cruzeiro incluía também Alexandria, no Egito, e Nápoles, na Itália.

Com as informações – Terra / BBC Brasil

Por Rodrigo Cintra

3 COMMENTS

  1. boa noite,
    Sou Alex Matos,tenho 32 anos, morro em São João de Meriti no RJ, sou soldador mig-mag há 2 anos e tenho curso de solda eletrica, gostaria de uma oportunidade de emprego nessa empresa, pois tenho muitos objtivos na minha vida.

  2. Apos uma quase colisao, um naufragio e um incendio, recentemente, e facil ver que algo esta errado na Costa Cruzeiros.
    Acho que agora vao ofertar aos passageiros uma viagem com desconto nesse mesmo navio, comandado por aquele comandante que atualmente e conhecido na internet como Scretino. Sem direito a seguro e claro
    Vamos ver o que aparecera desta vez

  3. Boa tarde, sou Marinheiro de Convés morro em santa catarina gostaria de trabalha em navio cruzeiro o que devo fazer pra quem mandar meu CV desde já agradeço mande noticia meu email :borbajc@bol.com.br

Deixe uma resposta