Graça Foster marca presença em painel sobre energia em Washington

0
217

A Presidente da Petrobras, Maria das Graças Silva Foster, participou nesta segunda-feira (9/4) do painel “Parcerias em Energia”, como parte da programação do “Brasil-EUA: Parceria para o Século XXI”, fórum organizado pela Embaixada do Brasil em Washington, nos Estados Unidos. 

O evento, encerrado pela Presidente Dilma Rousseff, reuniu empresários brasileiros e americanos de diversos setores, com o objetivo de estreitar as relações comerciais e de educação entre os dois países. “É de extrema importância continuar a trabalhar com as empresas americanas e universidades para encontrarmos novas soluções e caminhos, sendo cada vez mais competitivos no cenário global. Não podemos trabalhar sozinhos. Precisamos estar abertos a novas informações, novas tecnologias. Trabalhar conjuntamente é o segredo”, disse Graça Foster. 

Crescimento no Brasil

Segundo a Presidente da Petrobras, em 10 anos a empresa irá alcançar uma produção média de 6 milhões de barris de petróleo equivalente por dia. Para tanto, a Companhia estima que em 2015 serão necessários em torno de 200 mil novos trabalhadores qualificados em 185 categorias profissionais na cadeia de petróleo e gás, e investimentos, da Petrobras, de US$ 224,7 bilhões até 2015. 

Graça Foster também projetou crescimento do mercado de etanol e biocombustíveis. “O preço do petróleo poderá abrir novas oportunidades para combustíveis alternativos. Acredito que em cinco anos seremos a número um em produção de etanol do Brasil”, afirmou.

O Painel “Parcerias em Energia” contou também com a presença de Vasco Dias, Presidente da Raizen; Adriana Machado, Presidente e CEO da General Electric Brasil; e Daniel Poneman, Vice-Secretário de Energia dos Estados Unidos. 

Graça Foster participou, ainda, da abertura do fórum, juntamente com a Secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton; Antônio Patriota, Ministro de Relações Exteriores do Brasil; Thomas Donohue, Presidente da Câmara de Comércio dos Estados Unidos; e Robson Braga de Andrade, Presidente da Confederação Nacional da Indústria do Brasil.

Por Redação Portal Marítimo

Deixe uma resposta