Navios negreiros ou cruzeiros? Tratamento dado a tripulantes é preocupante.

20
835

Após o caso de Laís Santiago, brasileira que desapareceu na última sexta-feira (1º), enquanto trabalhava no navio Costa Magica, na Itália, muitos tripulantes e ex-funcionários resolveram reclamar das más condições de trabalho nas embarcações. Os cruzeiros trazem uma imagem de diversão e descanso. Mas isso não é para todo mundo.

A Costa Crociere afirma que trabalha com políticas de ética e responsabilidade social que visam proteger os direitos dos trabalhadores contra a exploração infantil e garantir a segurança e o bem-estar de todos a bordo. Entretanto, os relatos dos tripulantes são de assédio moral, abusos e até de tentativas de suicídio por causa da pressão sofrida a bordo. Eles contam que não é possível ficar doente, e uma ligação pode chegar a R$ 30.

“Podemos frequentar o hospital a bordo apenas entre 8h e 10h. Fora desse horário só se quebrar uma parte do corpo ou se machucar e precisar levar ponto. Se você chega com dor nas costas por causa do peso que carregamos ou nos pés, pelas muitas horas em pé com sapatos extremamente desconfortáveis, ou dores nos músculos, por exemplo, eles te aplicam uma injeção de diclofenaco (antiinflamatório) com algum outro medicamento e te mandam voltar ao trabalho”, afirma o ex-tripulante do Costa Magica, Lucas Gondim. Ele desembarcou no fim de janeiro após pedir demissão.

Felipe Vinicius Teixeira Mendes trabalhou por um mês no Grand Celebration da Ibero Cruzeiros e conta que foi obrigado a voltar ao trabalho mesmo estando machucado. “Eu estava doente, com muita febre e meus pés estavam cheios de bolhas a ponto de não conseguir calçar sapato. Fui ao médico do navio e a médica estourou as bolhas, passou uma faixa e mandou-me voltar a trabalhar! Quando fui reclamar, ela me disse: ‘Não está satisfeito? Pula no mar!’ ”, conta.

Além da falta de assistência médica, há relatos também sobre a alimentação. “A comida é horrível. Gastamos muito comendo fora se não quisermos morrer de fome”, afirma uma tripulante que prefere não se identificar.

Leia a matéria completa no G1 clicando aqui.

Com as informações – G1

Por Rodrigo Cintra

20 COMMENTS

  1. Isto é um absurdo! Até quando isto vai durar? Sou taifeiro marítimo e por pouco eu não entro nessa vida de escravidão, quando me candidatei a uma vaga para trabalhar num cruzeiro marítimo. Fui chamado para uma entrevista e a primeira coisa que a entrevistadora me valou era se eu estava disposto a sofrer, trabalhar muito por 14 a 16 horas sem folgas. se fosse um emprego bom, porque que eu teria de sofrer e trabalhar como escravo? O problema é que os tripulantes (falo do pessoal da hotelaria) se iludem com o alto salário, que na verdade não se torna tão alto assim, pois eles tem que trabalhar dobrado e sem folgas e acabam sofrendo, e muito, nas mãos dos gananciosos.
    Marcos Vieira, SP

  2. Só quem vive ou viveu essa vida de tripulante,sabe como é tudo lá dentro,as humilhações que saõ submetidas,o descaso é total.
    É preocupante a nos mães que temos filhos lá dentro que foram em busca de um futuro melhor para eles e pra familia,e sairem de lá doentes,traumatizados psicologicamente.Vamos autoridades competentes dar um basta nisso,vamos ensina los a respeitar nossos filhos,nossos amigos e nossos irmãos.
    Queremos justiça não so pela Laís mas por tudo que ja aconteceu lá dentro e o caso foi abafado pela empresa.
    basta de impunidade

  3. Gostaria de solicitar um estudo sobre a satisfação da Vida no Mar e aproveitar para somar junto as denúcias de trabalho escravo, o tratamento também dispensado aos tripulantes por alguns Gerentes, a bordo de Navios Nacionais.Onde está implantado o trabalho em equipe a Bordo?Quando o tripulante será elogiado ou participará da administração de bordo dando sujestões?Por que existem ainda os principais de Bordo (CMT,IMT,CFM,1OM)?Quando vamos aprender a DELEGAR sem prejuízo da responsabilidade pelo serviço realizado com eficiência e segurança? O maior valor de uma Empresa é sem dúvida a força Humana de Trabalho?1ON-Dantas

  4. À exceção do pessoal técnico – geralmente de nacionalidade da bandeira de origem do armador – o pessoal ligado aos serviços de hotelaria dos navios de cruzeiro vive, sim, em condições degradantes. Está na hora das autoridades brasileiras reagirem com regulamentação da atividade em cabotagem pelo litoral brasileiro. Mesmo que juridicamente esses armadores de cruzeiros se considerem navios, ou então hotéis flutuantes, dependendo da conveniência da legislação em vigor para cada caso.

  5. cadê as aurtoridades competentes que não dão um basta a estes desmandos?e os direitos humanos que estão sempre alerta quando o assunto é presidio?por que não atuam a favor dos trabalhadores?

  6. Msc cruzeiros tratam seus funcionários maus também, trabalhos acima carga horária permitida por lei 11h, negligência médica, má alimentação e ainda abuso moral, ético. Trabalham doentes, com dores nas mãos, costa, pés e médico diz que não é nada. Nunca vi uma fiscalização do MTE e Policia Federal perguntando sobre bem estar dos tripulantes … e sim onde fica o restaurante pra eles irem comer.

    Sálario não compensa: vc recebe no máximo U$ 1000,00 e ainda tem pagar moradia, água, internet em torno de 40 euro, isso vc recebe em dolar e paga em euro.

    • É VERDADE TUDO ISSO MESMO! A CULPA É DOS CHEFES FDP,QUE TRATAM A GENTE MAU! A MAIORIA DE OUTROS PAÍSES,QUE POR ALGUM MOTIVO,ESTÁ ALI COMO CHEFE,SE SOU FORMADA EM TURISMO, AQUI NO BRASIL,LA DENTRO DO NAVIO NÃO SERVER PRA NADA ! ELES FALAM,NO SEI PAIS,VC É…AQUI VC É…” FALA A SUA POSIÇÃO ” POR EXEMPLO, ASSIST DE GARÇON,CAMAREIRA ETC…E FALAM SE NAO GOSTA,GO HOME! ESTÚPIDOS !

  7. Isso não acontece somente em cruzeiros, mas em dragas tb… Dragas de empresas européias (holandesas e belgas) tb exploram seus marinheiros. 12 hs de muito trabalho e não se dorme a bordo por causa do barulho e muita pressão. São 42 dias infernais, onde não é incomum marinheiro puxar faca pro outro. Autoridades brasileiras q inclusive contratam essas empresas para serviços deviam fiscalizar com muito mais rigor essas embarcações…Gringos humilham brasileiros, inclusive em algumas dragas, gringos comem carne e brasileiro não. Fiquem de olho…Se trabalha porque se precisa muito, mas é um ambiente totalmente hostil ao trabalhador que fica 42 dias longe de casa…

  8. Sem contar bebida alcólica e drogas a bordo… gringos trabalham totalmente embriagados qdo não estão drogados…No turno da noite é comum se fecharem na ponte para fazer sabe-se lá o que…Enquanto mandam brasileiro passar “trapo” em antepara, fazem a festa na ponte…

  9. SE O POVO BRASILEIRO,SOUBESSE TUDO QUE ACONTECE ALI DENTRO,ESSAS CIAS MALDITAS,NUNCA MAIS FARIAM ISSO.É tudo verdade,passamos maus tratos,assédio sexual,assédio moral,humilhação,fome, se ficamos doente nao temos os cuidados .Mas a verdade que isso nao se aplica para todos.Dentro do navio, se vc é CREW,é humilhado,se voce é STAFF,tem uma vida bem melhor, Oficial,TEM UMA VIDA DE REI !!! muito diferente da nossa realidade.Eles tem Refeitório separados dos “Crew”, eu ja trabalhei em 2 cias diferentes,passei por 4 navios diferentes, e as coisas que eu vivi a bordo ,nunca mais esquecei,me tranformei em outra pessoa.muita maldade,e falta de respeito.Pelo dinheiro,não valeu a pena,conheci lugares que como pobre nunca teria ido,mas teve um preço.
    O BRASIL,O GOVERNO, ALGUÉM TEM QUE REVER TUDO ISSO,MORRE GENTE EM TODA NOVA TEMPORADA !NÓS BRASILEIROS SOFREMOS DISCRIMINAÇÃO A BORDO.POR CAUSA DAS LEIS,E ELES FALAM QUE ESSA LEIS NAO VALEM NADA,PQ PAGAM PROPINA ! ENTÃO..QUEM PRECISA GANHAR DINHEIRO ,PARA SUSTENTAR A FAMILIA,COMO EU,PRECISA ABAIXAR A CABEÇA.,E PEDIR A DEUS,QUE NADA NOS ACONTEÇA!MAFIA MALDITA…..É O SISTEMA,FAZER O QUE !

  10. O grande problema é q os brasileiros se sujeitam a todo tipo de humilhação. Os caras fazem gato e sapato de brazuca e depois os brasileiros ficam puxando o saco dos gringos… Eles tão andando pra brasileiro. Essas dragas belgas q estão no Brasil só contratam brasileiro porque a lei exige… Somos um estorvo para eles q preferem os filipinos e indonésios, pois até bater nos caras eles batem. Já vi capitão dizer na nossa cara q por ele não teriam brasileiros na draga dele… Humilhação total…E fiscalização q é bom, nenhuma!!!! Uma dessas dragas trabalhou pro governo em Sepetiba, e nem assim a capitania ou qualquer órgão do governo foi a bordo para fiscalizar porcaria nenhuma…Danem-se os brasileiros…

  11. E meu amigo paulo ja vivi isso em dragas do belgas duma tal de jan del sei la o que kkkkk, e verdade o grigos bebem echem a cara nos maltratam, o trabalho e pesado 12h por dia direto, eu mesmo ja quase peguei um grigo safado quando estava la , eles sao desumanos ignorantes realmente sei do vc esta falando, sei que estive la por que precisei mas na primeira oportunidade arrumei outro emprego e deixei eles falando,,, te aconselho o mesmo por que esses caras são sem futuro

  12. Acabei de chegar em casa depois conseguir um Sign off por intermédio do consulado brasileiro em Oslo. Ninguém merece o tratamento que esse animais dão para a gente.

  13. trabalhei no jewel of the seas e odiei tudo lá, a comida é pessima, o tratamento dos oficiais sao os piores possiveis. Se vc fica doente te trancafiam dentro da cabine e se nao tem ninguem pra te levar comida e agua, vc morre de fome lá. Essa Royal só tem nome p é uma companhia muito da m… e só pesam que os brasileiros sao escravos iguais aos filipinos e indianos se sujeitam a qualquer coisa por um prato de comida, ja q seu país vive na miséria e querem fazer da gente gato e sapato… comigo nao filhotes… comigo o pau come… desci e denunciei aquela m… daquele navio pra policia federal sim. Tao pensando o q? Sem falar q alguns dos supervisores ficam assediando as brasileiras como se a gente fosse um bando de p…. igual as mulheres dos países dele. Isso tem que mudar, a policia federal tem q acordar pra isso e nao deixar impune esse bando de cia safada. Tem q botar pra fuder mesmo nesses filhos da p… dessas companhias!!!!!

  14. HUMILHAÇÃO É A PALAVRA DE ORDEM PRA QUEM PENSA EM TRABALHAR EM NAVIOS DE LUXO, JA COMEÇA SER HUMILHADO DENTRO D DA AGÊNCIA POR ONDE SE PRETENDE EMBARCAR, MORO NA CIDADE DE FORTALEZA , AQUI EXISTE A AGÊNCIA ROSA DOS VENTOS QUE SÃO USN TREMENDOS FILHOS DE PUTAS,ELES VENDEM AS MELHORES VAGAS PARA OUTRAS AGENCIAS E SE EMBARCAM AS PESSOAS DAQUI NA FUNÇÃO DE CLEANER , ELES INFORMAM QUE VC SERÁ ASSISTENTE DE CABINE, QDO CHEGAM NO CREW PURSER ELES TROCAM O SEU CONTRATO POR UTILITY…. SEM CONTAR NA NA FALTA DE ATENÇÃO DA AGENCIA COM AGENTE, TEM PESSOAS QUE AMEÇAM ENTRAR NA JUSTIÇA PARA CONSEGUIREM UM CONTRATO, EU FUI DO MSC ORCHESTRA E NAO ACONSELHO PRA NINGUÉM, PORTANTO PENSE BEM ANTES DE SE AVENTURAR NESTA VIDA, SE VC TEM UM EMPREGO AQUI EM TERRA QUE SEJE RAZOAVELMENTE BOM, NAO TROQUE PELA VIDA A BORDO…

  15. Onde podemos denunciar esta vergonha? Quem é responsável pela apuração destes fatos lamentáveis? Porque as pessoas se calam e não denunciam os magnatas?

Deixe uma resposta