Medida emergencial diminui fila em Paranaguá

0

 

Em medida emergencial para reduzir a fila recorde de navios dos últimos dias, o porto de Paranaguá (PR) emitiu portaria nesta semana para abrir três novas vagas para a atracação dos navios de fertilizantes, responsáveis por cerca de metade do movimento atual do porto.

O documento, que passou a valer na segunda-feira (25), dá prioridade ao desembarque de fertilizantes em três novos berços (locais para atracação de navios), que antes davam preferência a outros tipos de cargas (madeira, congelados e passageiros).

A medida agilizou o desembarque dos fertilizantes e dobrou o número de berços para esse tipo de carga – antes, só três berços davam desembarque preferencial para fertilizantes.

Agora, a capacidade de desembarque do produto dobrou: podem ser descarregadas 30 mil toneladas de fertilizante por dia, volume suficiente para descarregar um navio diariamente.

Paranaguá é o maior porto no país de desembarque de fertilizantes, produto essencialmente importado. Em 2011, 42% de todos os fertilizantes importados pelo Brasil entraram no país via Paranaguá.

Ontem, dos 101 navios que aguardavam para atracar no porto, 53 eram de fertilizantes.

O movimento tem sido especialmente grande no último mês devido à alta do dólar, que tem estimulado os importadores a vender seu produto agora, e também às chuvas que atingiram Paranaguá neste mês, que impediram o desembarque do produto por vários dias.

A administração do porto também concluiu ontem um diagnóstico dos processos de embarque e desembarque de fertilizantes e granéis sólidos em Paranaguá. A ideia é identificar falhas e promover forças-tarefa com os operadores e funcionários para otimizar os processos.

“Queremos reduzir o tempo de desperdício. A ideia é não parar para beber água no meio da maratona”, afirmou o Superintendente do porto, Luiz Henrique Dividino.

Com as informações – Jornal Floripa

Por Rodrigo Cintra

 

Deixe uma resposta