Brasil se empenha para desenvolver Indústria Petrolífera nacional

0
47

 

A petroleira Petrobras e o Governo do Brasil anunciaram nesta segunda-feira um pacote de incentivos e subsídios a empresas nacionais para o desenvolvimento de tecnologia altamente sofisticada, o que permitirá aumentar o conteúdo nacional na exploração das jazidas do pré-sal.

O plano é um avanço no objetivo do Governo, acionista majoritário da Petrobras, de desenvolver a rede de fornecedores nacionais na indústria naval e a relacionada ao gás e petróleo, para explorar as gigantescas jazidas de petróleo descobertas em 2006 a mais de 6 km abaixo do subsolo marinho, sob uma espessa capa de sal (pré-sal), e transformar a Economia do país até 2020.

“Isso faria muito bem ao Brasil e às empresas que investem no setor. (…) O conteúdo local forma parte de nossa cultura”, disse Foster, Presidente da Petrobras, em uma cerimônia de acordos para impulsionar a indústria petroleira, que representa 13% do PIB do país.

“Queremos encorajar e estimular as empresas a entrar em áreas nas quais normalmente não entram, áreas dominadas por empresas estrangeiras; que avancem em áreas mais intensivas em tecnologia, que constituem o calcanhar de Aquiles de nossa indústria”, disse Glauco Arbix, Presidente da Finep, entidade de financiamento público ligada ao Ministério da Ciência e Tecnologia.

A exploração das jazidas do pré-sal deve ser realizada por lei com uma média de 60% de conteúdo nacional, uma iniciativa muito criticada por petroleiras estrangeiras, lançada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) ao final de seu governo e defendida por sua herdeira, Dilma Rousseff.

O programa Inova Petro oferecerá recursos financeiros de até 1,5 bilhão de dólares – em partes iguais do Banco de Desenvolvimento do Brasil (BNDES) e a Finep – para projetos de inovação em pesquisa, engenharia, absorção tecnológica, produção e comercialização de produtos ligados ao setor petroleiro.

Além disso, um acordo firmado pelo Ministério da Indústria, Petrobras e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) aposta em atrair mais provedores locais, ajudando-os do ponto de vista financeiro e tributário.

Com as informações – AFP

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta