Petrobras – FPSO Cidade de São Paulo está pronta

0

A Petrobras, juntamente com seus parceiros BG Group e Repsol Sinopec Brasil e por meio de sua afiliada Guará-BV, informa que no dia 11 de novembro o FPSO Cidade de São Paulo teve sua construção finalizada e saiu do estaleiro Brasfels, em Angra dos Reis. O FPSO encontra-se efetuando testes finais, em águas abrigadas, e deve seguir para a locação definitiva nos próximos dias.

As obras de conversão do casco do FPSO Cidade de São Paulo foram realizadas no estaleiro Cosco, na China. As obras de instalação, montagem e integração dos módulos se iniciaram no começo de 2012, sendo esta etapa totalmente executada no estaleiro Brasfels, em Angra dos Reis.

A unidade será instalada no campo de Sapinhoá, no polo Pré-Sal da Bacia de Santos, em profundidade de água de aproximadamente 2.200 metros. A expectativa é que o 1º óleo do FPSO Cidade de São Paulo ocorra em janeiro de 2013, com a interligação do primeiro poço produtor. Na sequência ocorrerão as interligações dos demais poços, perfazendo no total seis poços produtores e cinco poços injetores. Capacitada para produzir 120 mil barris/dia de petróleo e 5 milhões de m3/dia de gás, esta plataforma será a primeira unidade de produção definitiva do campo de Sapinhoá, cujo projeto de desenvolvimento prevê ainda mais uma unidade de produção, com previsão de início de produção no 2º semestre de 2014. A segunda unidade de produção, FPSO Cidade de Ilhabela, já foi contratada pelo consórcio e encontra-se em fase de conversão.
O consórcio do Bloco BM-S-9 é operado pela Petrobras (45%), em parceria com a BG E&P Brasil Ltda (30%) e a Repsol Sinopec Brasil S.A. (25%).

1 COMENTÁRIO

  1. http://revista.brasil.gov.br/um-dia-com/um-dia-com-os-embarcados-da-petrobras-1/um-dia-com-os-embarcados-da-petrobras

    http://revista.brasil.gov.br/um-dia-com/um-dia-com-os-embarcados-da-petrobras-1/um-dia-com-os-embarcados-da-petrobras

    Prezados(as)

    Nesses dois links acima, fala-se da plataformas FPSO como esta. Vejo que são navios. Agora, a minha dúvida é quando eles dois falam sobre as plataformas que são rebocadas por navios e as que te propulsão própria. Tenho dúvidas quanto a esta última. Elas são apenas as FPSO’s e outras com formatos de navios mesmos, ou tem algumas dessas tradicionais, com base e pilar e tudo que tem propulsão próprias? Sem ser navios FPSO’s e coisas semelhantes, eu não imaginava outras que tivessem propulsão própria. Tem outras?

Deixe uma resposta