Polícia Federal desmonta esquema de falsificadores em Santa Catarina

6
573

Doc-falsos-468x310

A Polícia Federal desmontou um esquema para confecção de carteiras de pesca e certificados de cursos falsificados. A operação deflagrada nesta segunda-feira teve como foco as cidades de Penha e Balneário Piçarras.

Foram apreendidos materiais como carimbos e etiquetas, usados nas falsificações, além de certificados e cadernetas de inscrição e registro de trabalhadores marítimos. As apreensões ocorreram durante cumprimento de seis mandados de busca e apreensão, quatro em Penha e dois em Piçarras.

O esquema era comandado por uma quadrilha especializada nas falsificações. Nos últimos dois anos, segundo a PF, diversos inquéritos foram instaurados em Santa Catarina, Espírito Santo e Rio de Janeiro dando conta da mesma prática.

A investigação no Litoral Norte iniciou porque muitos desses supostos trabalhadores marítimos apontavam os falsificadores como moradores da região. As falsificações permitem que pessoas sem a devida formação e conhecimento na área se candidatem a cargos em empresas de pesca com altos salários, principalmente em plataformas de petróleo em Macaé no Rio de Janeiro.

Os investigados na operação desta segunda-feira, denominada Homem do Mar, poderão ser indiciados por falsificação de documento público e formação de quadrilha. A PF não informou quantas pessoas são suspeitas.

Fonte: Polícia Federal

Nota do Editor: Nós já havíamos denunciado tal prática aqui no Portal Marítimo e levando-se em conta que a reportagem citada acima careceu de uma ajuda especializada, notem que estão falando da CIR, que não possibilita embarque somente na pesca, mas em qualquer embarcação, dependendo da categoria.

Se mexer mais nessa casa de marimbondo, vai achar muito mais coisa.

Absurdo colegas que se empenharam fazendo provas, cursos e etc serem deixados para trás por gente que comprou o Certificado.

Veja a última matéria no Portal sobre isso clicando aqui.

Por Rodrigo Cintra

6 COMMENTS

  1. Pior é saber que muitas empresas tem um RH corrupto, que vendem as vagas selecionadas justamente para estes falsários. A corrupção neste Pais está longe de ter um fim.

  2. A nossa Marinha do brasil não se pronuncia porque será?
    Ela tem as tetas grandes e não pode controlar os mamadores.,,
    Fica ai meu desbafo…

  3. Isso já é de conhecimento de LONGA DATA, mas, é preciso que chegue denúncia TONELAR para que seja tomada essas medidas, que considero muito fracas, pois, não é a primeira vez que isso vem ao conhecimento público. Os SINDICATOS tem pleno conhecimento disso, através dos cursos ministrados fora das instituições com o respaldo dos orgãos que emitem estes documentos e que cobram valores absurdos para quem é de fora entrar no meio marítimo. Uns 3 anos atrás tentei denunciar no sindicato, o qual era afiliado, mas, fui AMORDAÇADO, com o argumento de que não poderia ter chamado um comandante de INCOMPETENTE, e que, estava com suspeita de um caso deste tipo à bordo. Sendo assim, me afastei do sindicato por não ter tido o apoio do orgão que supostamente teria dentre as atribuições, essa, investigar denúncias dos associados o qual representa.

  4. Já esta na hora de investigar os despachantes que fazem cobranças entronca de uma vaga nas empresas. Em um País onde os filhos da pátria não tem vez e estão se esperanças de um embarque a cada dia.

  5. eu mesmo depois de 20 anos exercendo a minha categoria de cozinheiro procurei a OM-CPPE para trocar os certificados na minha honestidade fui avisado pelo oficial da mesma que os meus certificados não constavam no sistema da DPC fiquei horrorizado e relatei de onde eu expedi na delegacia dos portos de macaé indicado por um despachante da CPRJ por nome de seu pedro acabei me dando muito mau dps de tantos anos sem dever nada a justiça eu sou indiciado a pagar algo que fiz sem tomar conta do que viria a ser tornar atualmente e estou correndo atras desse prejuizo que esta desabonando a minha vida profissional cuidado gente ainda tem muitos despachantes rodeando as nossas capitanias em busca de marítimos novos pra dar golpe dos cursos .

  6. estou em busca de uma solução para o meu caso se depender eu vou ate o ministerio publico federal ou estadual vou na OAB-RJ ou em qualquer UF vou na policia federal eu só quero uma solução porque assim não poderei ficar já estou passando ate nessecidade com a minha familia devido a esse ocorrido tão inesperado e olha que na OM-CPPE tem um sub,oficial por nome de PAIVA e outro por nome PAULO que estão me ajudando muito pois eles já notaram que eu não falei mentiras no meu depoimento só jesus mesmo na minha causa ..

Deixe uma resposta