BSM demite 786 funcionários em Macaé – US-LOG foi afetada

2

bsm1

A demissão de 786 funcionários de uma empresa prestadora de serviços para a Petrobras em um único dia foi o estopim para a propagação de informações desencontradas em Macaé.

A BSM Engenharia teria demitido seus trabalhadores para entrar com pedido de falência. Somente no final da tarde, a empresa emitiu nota oficial informando que as demissões se devem a “dificuldades intransponíveis no âmbito de seu relacionamento comercial com a Petrobras”. Os demitidos foram chamados à empresa e informados que no dia 16 próximo será dada a baixa na carteira de trabalho e feita a rescisão de contrato.

Funcionários foram pegos de surpresa
Funcionários foram pegos de surpresa

Anteriormente, a BSM demitiu centenas de colaboradores, contratados para atuar na continuidade do contrato emergencial de atendimento à Petrobras, no Parque de Tubos, com locação de guindastes, transporte de pessoal e mão de obra diversa. O Diretor de Operações da área de Macaé, Leonardo Castro, explicou que a demissão em massa foi uma decisão tomada pela comissão diretora diante da incapacidade financeira do contrato temporário de oferecer caixa para a empresa prestadora de serviço.

“Nós cancelamos um contrato anterior e, agora, não aceitamos renovar o emergencial, pois a Petrobras passou a nos apresentar uma série de multas que datam de 2012 e não aceita as justificativas legais apresentadas. Portanto, fica inviável para qualquer empresa pagar para trabalhar. E era isso que estávamos fazendo. A empresa continuará a atuar em Macaé, atendendo outros clientes”, justificou Leonardo informando ainda que a BSM existe há 42 anos e atende aluguel de equipamento na área de logística. A Petrobras, por sua vez, informou extraoficialmente que já está entrando em contato com parceiros que deverão pegar o contrato abandonado pelo BSM para a recolocação dos demitidos.

Fonte: Terceira Via / Tânia Garabini

Nota do Portal Marítimo: A Petrobras divulgou internamente um comunicado sobre o ocorrido, informando que as unidades da US-LOG seriam diretamente afetadas, como vocês podem ver abaixo:

IMG-20150707-WA0010

Por Redação

2 COMENTÁRIOS

  1. As demiçoes,no setor naval.mostrao um brasil fraco,impotente.que deveria estar,revigorado,ganhando força,gerando renda,impostos,etc ao governo.acontesse que os principais administradores,que disem nos representar,estao esquartejando e deteriorando o pais e trabalahdor.dilapidando o nosso patrimonio que e a petrobras,que gera renda,emprega milhoes direta e indireta mente em varios seguimentos.mais o esquartejamento dos coiotes, e abutres nao para”! como ficao,as familias o paiz”! aqui e internacionalmente? como fica o brazil ? os estaleiros,as usinas,o ofshoor.entregues.nao podemos deichar que destruao tudo! e que os politicos vendao o paiz,acabendo com tudo e terceirizando.temos que lutar”! um paiz como o nosso,esta por demais em atraso”!chega de luta livre no senado”! somos pesados e vendidos.nao temos valor e honrra? temos que por, essa grande maquina para trabalhar”! e dar um tapa,nos politicos sujos.hoje,lutamos.amanha sera um novo dia”!.

Deixe uma resposta