Petrobras não consegue rescisão de contrato com a Petroserv

0

ns_carolina

A Petrobras sofreu uma segunda derrota na Justiça, na última terça, 03/10, em sua tentativa de rescindir um contrato com a Ventura Petróleo e Commodore Marine, empresas que operam o navio-sonda NS-29 Carolina. Ambas são subsidiárias da Petroserv.

O Desembargador Luciano Rinaldi, da 7ª Câmara Cível do TJ-RJ, confirmou a liminar conseguida pela Ventura e pela Commodore em primeira instância.

Rinaldi manteve, provisoriamente, a vigência do contrato até que o mérito seja julgado pelo colegiado da 7ª Câmara Cível.

Assim, está mantido o contrato no valor de US$ 250 mil diários. O navio-sonda está avaliado em US$ 890 milhões e foi construído na Coréia do Sul sob encomenda da Petrobras.

A Petrobras chegou a romper unilateralmente o contrato, que se iniciou em 2011 e tem vigência de dez anos.

Fonte: O Globo

Por Redação

Deixe uma resposta