Amapá – Navio do Governo é furtado

0

navios

Parado há quase três anos na orla do distrito de Fazendinha, a 9 quilômetros de Macapá, o navio Comandante Solon, de propriedade do governo do Amapá, foi alvo de furto e os ladrões levaram televisores, centrais de ar, entre outros objetos, segundo a Secretaria de Estado dos Transportes (Setrap).

O caso ocorreu no dia 17 de outubro. A Setrap informou que a embarcação tem serviço de vigilância, mas o furto não foi percebido. Por isso, o governo acionou a Polícia Civil, que vai apurar o caso. O G1 tentou contato com a delegacia de polícia de Santana, mas não conseguiu até esta publicação.

A embarcação, que apresenta danos no casco e na estrutura, permanece sem uso desde 2012, quando o Estado recuperou a posse do Comandante Solon após a empresa que tinha a concessão para o uso não ter pago por vários anos o aluguel mensal de R$ 10 mil.

A Setrap não informou o valor do prejuízo que o furto ocasionou, mas ressaltou que fará um levantamento. Em janeiro de 2016, o governo iniciou reparos no casco e cogitou a ideia de usá-lo como navio-hospital através de uma parceria com a Marinha do Brasil.

O navio, que tem 64 metros e comporta até 555 passageiros, está entre os bens e imóveis públicos que podem ser vendidos para evitar gastos com manutenção e levantar recursos para o tesouro e garantir salários.

Fonte: Jéssica Alves / G1

Por Redação

Deixe uma resposta