Os cincos sentidos e a Manutenção

0

A utilização dos 5 sentidos pelo operador e mantenedor de uma instalação é também parte da manutenção. O profissional responsável pela condução, operação e manutenção de uma instalação industrial, em terra , a bordo de embarcações mercantes ou plataformas marítimas não deve prescindir desta ferramenta que nos foi dada pela natureza, os CINCO SENTIDOS.

Eles estão disponíveis sendo somente necessário colocarmos atenção nesta sensibilidade. Quantos passam pelos equipamentos e não vêem o problema que está ocorrendo? Olham para o equipamento e não enxergam.

Outras vezes consideram normal um ruído anormal que é um indicador de problemas. O olfato também muitas das vezes é desprezado e detectamos várias situações com ele como vazamentos de fluidos e gases, princípios de incêndio, com o tato das mãos é possível diaganosticar temperaturas e vibrações anormais. Não aconselhamos porém usar o paladar por razões óbvias.

Quando comecei a viajar como 2º Oficial de Máquinas a bordo de navios mercantes aprendi de um Chefe de Máquinas que o responsável pela condução de uma instalação não deve negligenciar o uso dos 5 sentidos pois  é uma ferramenta gratuita e pode antecipar vários problemas que irão levar a uma manutenção corretiva se medidas preventivas não forem tomadas no tempo apropriado.

O que quero dizer aqui é que você que faz a condução de uma instalação deve estar antenado na utilização dos seus sentidos durante o seu período de trabalho, não podemos negligenciar esta ferramenta e  muita das vezes por falta de atenção acabamos nos omitindo. Quem nunca ouviu de um superior hierárquico a frase:”Você não viu isso?” “Você não percebeu que algo errado estava acontecendo?” “Que cheiro é esse?” “Tem um barulho diferente aqui.”

Vantagens:

A primeira delas é óbvia, a antecipação de problemas que ainda não ocorreram. Existem diversas técnicas e métodos conhecidos de manutenção preditiva com o uso de medidores diversos que antecipam a ocorrência de problemas mas o operador é a presença natural de diversos equipamentos de análise e deve estar atento a operação.

A segunda é que a atenção aos seus sentidos é importante na segurança do trabalho do operador , não se deve estar desatento no ambiente de trabalho. Olhos e ouvidos bem abertos e você já estará fazendo manutenção.

Saudações maquibambas!

Texto enviado por Paulino de Azevedo Soares Neto – Oficial Superior de Máquinas da Marinha Mercante

1 COMENTÁRIO

  1. muito bom este artigo! Também acredito que essa comunicação entre operadores e mantenedores é muito útil ao bom andamento dos trabalhos, pois realmente podemos identificar alguns possíveis problemas em suas fases iniciais. Por isso, senhores mecânicos, vamos dar mais atenção aos relatos dos operadores, afinal isso é como aquela conhecida história: o dono de um carro é o primeiro a “sentir ” o problema.

  2. Entendo que o uso dos sentidos nos permite identificar o início de anomalias nos equipamentos desta forma, tratar dos problemas de forma preventiva é de conhecimento que quando tratamos de um problema de forma preventiva podemos reduzir de forma considerável os custos de manutenção assim como os custos de produção.

  3. Muito bo essa dicas ,achei muito interessante ,estou no ensino medio mas tenho muita vontade de engressar nesta carreira !se pudermos conversar mais sobre as profissão eu agradeço pois ainda tenho muitas duidas sobre o curso e a carreira ! w.c.junior@live.com (email)

  4. “Olhos e ouvidos bem abertos e você já estará fazendo manutenção”.

    Muito bom essa última colocação. Eu sou mantenedor em terra, no setor elétrico e já passei, com a minha equipe, vários sufocos, nesses 10 anos, por não dar ouvidos a isso.

  5. muito bem colocado os cinco sentidos, numa praça de máquina por mais que seja um ambiente muito complexo como uma diversidade grande devemos ter a sensibilidade trazendo a epatia com todo o conjunto ali presente.

Deixe uma resposta