Wilson Sons lança embarcação de Oil Recovery

0

WS Offshore

Mais uma embarcação da Wilson Sons Ultratug Offshore – joint venture entre o Grupo Wilson Sons e o Grupo Ultramar – acaba de sair do estaleiro. O PSV Ostreiro foi construído na China, pelo POET, e entregue à companhia nesta semana. Este é o último PSV encomendado pela companhia fora do país.

“Enquanto o Ostreiro não chega, já estamos em busca de oportunidades para a embarcação. Esse é um momento de estudos internos e de análises, pois queremos entender como o mercado vai se comportar daqui para frente. No curto prazo, nosso objetivo é manter todos os ativos empregados”, afirma o Diretor Executivo da Wilson Sons Ultratug Offshore, Gustavo Machado.

O Ostreiro possui um importante diferencial, já que é um PSV classe Oil Recovery 1 (apto a atuar no recolhimento de petróleo), contribuindo para a segurança ambiental das operações de exploração e produção offshore. A embarcação tem 3.570 toneladas de porte bruto, 76 metros de comprimento, 17,6 metros de largura e 700 m² de convés e conta com sistema de posicionamento dinâmico DP2, equipamento de combate a incêndio – certificado com classificação Firefighting 1 (FiFi 1) –, motores propulsores e azimutais Niigata e thrusters de proa Kawasaki.

Essa é a 23ª embarcação da Wilson Sons Ultratug Offshore, que possui 20 PSVs em operação com a Petrobras e outros dois PSVs disponíveis para novos projetos no Brasil. No mês passado, a companhia recebeu outro PSV, o Pinguim. Construído pela Wilson Sons Estaleiros no Guarujá (SP), a embarcação é o segundo PSV 5.000 da empresa e foi encomendada a partir do resultado da sexta rodada do Programa de Renovação da Frota de Apoio Marítimo (Prorefam).

Por Redação

 

Deixe uma resposta