União Europeia avalia estaleiros para corte de navios

0

shipbreakers-opener-990Trinta e cinco estaleiros enviaram seu pedido de inclusão na lista que está sob avaliação da Comissão da União Europeia para que sejam autorizados a fazerem o corte de navios que arvorem bandeiras de países membros.

Essa lista é importantíssima para os estaleiros, já que a mesma permitirá que eles recebam em suas instalações boa parte da frota europeia, que já possui idade bem avançada e em breve seguirá para corte.

Dos trinta e cinco estaleiros, dezessete ficam na União Européia e outros 18 estão em locais como Índia, China, Turquia e Estados Unidos.

Os estaleiros localizados em países fora da União Européia devem esperar cerca de um ano pela resposta, já que a avaliação da Comissão da União Européia vai levar bem mais tempo do que se imaginava,dizem as autoridades europeias.

A lista de estaleiros foi bastante discutida após a Maersk Line ter anunciado que iria trocar a bandeira dos seus navios para que não fosse necessário seguir os rígidos padrões europeus, mas somente os padrões determinados pela Convenção de Hong Kong, que, apesar de serem considerados padrões internacionais, são bem mais flexíveis.

A Maersk Line inclusive já mandou navios para corte no estaleiro Shree Ram, que fica em Alang, Índia, que também enviou sua proposta para ser certificado pela União Europeia.

Por Rodrigo Cintra

1 COMENTÁRIO

  1. […] As críticas a esta decisão da empresa são cada vez mais severas por parte de entidades de proteção ambiental europeias e diversos políticos e tiveram seu ápice diante das recentes declarações da Maersk onde a empresa afirmou que consideraria mudar a bandeira arvorada por seus navios caso a União Europeia não aprovasse os estaleiros indianos, para que não fosse obrigada a atender os padrões europeus para corte de navios, conforme publicado aqui no Portal Marítimo (clique para acessar). […]

Deixe uma resposta