Petróleo opera em alta e otimismo continua no Mercado Internacional

0

brent-oil

Os contratos futuros de petróleo operam em alta em Nova Iorque e oscilam perto da estabilidade na plataforma Ice, nesta terça-feira. Há volumes menores em negociação, já que a Bolsa de Londres está fechada por causa do Natal. Mesmo em outros mercados, a semana entre os feriados de fim de ano é de menos negócios.

Às 8h56min (de Brasília), o petróleo WTI para fevereiro subia 0,21%, a US$ 23,13 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para março recuava 0,09%, a US$ 55,85 o barril, na Ice.

A partir de janeiro, a maior parte dos membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) começará a reduzir a produção como parte de um acordo feito no fim de novembro. A meta é cortar cerca de 1,8 milhão de barris por dia e deve ser atingida em etapas.

Os preços do petróleo têm em geral avançado desde dezembro. Analistas preveem que eles possam romper a barreira de US$ 60 o barril no primeiro semestre de 2017.

“Neste momento, a maioria dos observadores do mercado está otimista de que as nações participantes cumpram as cotas de produção nos primeiros meses”, afirmou Gao Jian, analista de commodities da SCI International. Ainda é preciso ver, porém, se isso se manterá após os preços subirem, disse o economista. Para ele, será importante monitorar os níveis de estoque desses países.

Outro fator que pode atrapalhar a estratégia da Opep seria um forte aumento na produção dos EUA. Na última semana, o número de poços e plataformas em atividade no país subiu 13, para 523, na oitava semana consecutiva de crescimento e no maior patamar desde dezembro de 2015.

“Diante da tendência de alta no número de plataformas, apoiada pelos preços mais altos que um ano atrás, não descartaríamos uma revisão para cima na projeção do Departamento de Energia para dezembro de 2017, na comparação com a divulgada neste mês, de 9,0 milhões de barris por dia”, disse Tim Evans, analista da Citi Futures, em nota na semana passada.

Enquanto isso, a Arábia Saudita, maior exportador de petróleo no mundo, divulgou seu orçamento para 2017 e planeja gastar mais de US$ 237 bilhões. A Jadwa Research, sediada em Riad, disse em nota no domingo que a projeção do país aponta para a expectativa de um preço de venda em média de US$ 52 o barril para o petróleo saudita e para um preço médio de US$ 55 o barril para o Brent no próximo ano.

Fonte: Estadão

Por Redação

Deixe uma resposta