O forte lobby da Indústria Naval

1

O Globo informa que “a Petrobras sinalizou” que parte dos equipamentos do primeiro navio-plataforma do campo de Libra pode ser fabricada no Brasil.

A notícia é um passo atrás nos planos da empresa, que pretende encomendar o equipamento no exterior.

Em setembro de 2016, a estatal pediu autorização à Agência Nacional do Petróleo para contratar o tal navio-plataforma em estaleiros fora do país, devido a um sobrepreço de 40% apresentado pelas empresas nacionais.

Segundo o jornal, a sinalização da Petrobras ocorre em meio a fortes críticas de vários setores da indústria nacional. Na semana passada, o Sinaval, sindicato que reúne os estaleiros, obteve parecer favorável no Tribunal Regional Federal (TRF) suspendendo o processo de contratação da plataforma de Libra.

Rememorando: um dos ex-presidentes do Sinaval é o delator da Lava Jato Augusto Ribeiro de Mendonça, que foi sócio do estaleiro Brasfels, que encheu de propina o caixa do PT e as mochilas de João Vaccari.

Fonte: O Antagonista

Por Redação 

1 COMENTÁRIO

  1. É uma notícia boa para a indústria e principalmente para geração de emprego.

    O fim da notícia que peca ao transparecer que a corrupção é inerente há um determinado partido é uma determinada época.

    Qualquer brasileiro sabe que a corrupção vem deste o Brasil império e não é inerente a um determinado partido é sim a pessoas que estão dentro de diversos partidos que usam sua influência em relação a contratos com empresas terceirizadas para levar vantagem.

Deixe uma resposta