Barril de petróleo registra alta, mas continua oscilando após relatório da Baker Hughes

0

Os barris de petróleo registram leve alta na manhã desta segunda-feira (30) em Londres e Nova York, depois de uma abertura com queda. O mercado teme que os esforços de grandes produtores da Opep e de fora do grupo para recuperar os preços da commodity não sejam suficientes, devido às atividades dos Estados Unidos. 

De acordo com dados da Baker Hughes divulgados na sexta-feira (27), o número de plataformas de perfuração de petróleo nos EUA aumentou em 15 na semana passada, o 12° acréscimo em 13 semanas.

Às 11h13, o barril de Brent para abril negociado na International Exchange Futures (ICE), em Londres, registrava alta de 0,22%, a US$ 55,82. Já o barril de WTI para entrega em março, negociado no New York Mercantile Exchange (Nymex), em Nova York, avançava 0,45%, a US$ 53,41.

O dia 1° de janeiro marcou o início oficial do acordo firmado entre Opep e países de fora do grupo como a Rússia, em novembro, para reduzir a produção em cerca de 1,8 milhão de barris de petróleo por dia. Se encaminhado como o prometido, pode reduzir a oferta global em 2%. Os barris de petróleo, que custavam em torno dos US$ 100 até o final de 2014, chegaram abaixo de US$ 30 no ano passado, devido ao excesso de oferta global.

Fonte: Jornal do Brasil

Por Redação

Deixe uma resposta