Curso APAQ será ministrado pelo SENAI de Manaus – conheça os detalhes

0

O Serviço de Aprendizagem Industrial Amazonas (Senai-AM) foi autorizado a ofertar o Curso de Aperfeiçoamento para Aquaviários na seção de máquinas – fase presencial (APAQ-II M). No último dia 10 de janeiro, a Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental (CFAOC) credenciou o Senai, que poderá oferecer o curso de capacitação pela primeira vez em Manaus. A iniciativa atende um antigo pleito das empresas do transporte fluvial que atuam no Amazonas e na região. A primeira turma do curso deve iniciar em abril.

Pela primeira vez, o curso, oferecido anteriormente apenas em Belém e no Rio de Janeiro, estará disponível para a fase presencial, em Manaus. Agora os aquaviários não precisarão se deslocar até capital do Pará para fazer o curso.

O Sindarma acompanhou a cerimônia e comemorou a iniciativa, que é um antigo pleito do setor. “Com aquaviários mais qualificados, o setor é fortalecido e garante mais segurança à navegação e contribui para eficiência do transporte aquaviário”, enfatizou o Presidente do Sindarma, Galdino Alencar Júnior.

O Comandante do 9º Distrito Naval, Vice-Almirante Luís Antônio Rodrigues Hecht, destacou a importância da parceria para ampliar estrutura de qualificação dos aquaviários na região durante a cerimônia de credenciamento e assinatura de prestação de serviço.

“Essa parceria representa um marco na busca por uma autonomia na Amazônia Ocidental em termos de formação de aquaviários da forma plena. Nós, com essa parceria, alcançamos parcialmente essa autonomia no setor dos aquaviários de máquinas, mas temos ainda muito a fazer para buscar também uma autonomia na parte de formação de convés. Vai depender de um simulador, que estamos trabalhando para isso”, disse o Vice-Almirante.

O então Capitão dos Portos, Capitão de Mar e Guerra Alfred Dombrow Junior ressaltou que parceria é um marco fundamental na qualificação dos aquaviários. Ele explicou que as tratativas para o credenciamento iniciaram em 2014. Após avaliação, a Marinha considerou que o Senai tem capacitação dos instrutores, corpo técnico, docente e laboratórios com estrutura adequada à realização do curso. O SENAI-AM foi credenciado pela Diretoria de Portos e Costas (DPC) para ministrar o curso.

O Diretor Regional do SENAI-AM, Rogério Azevedo Pereira, afirmou que a instituição fará todos esforços para cumprir com a missão de transformar as vidas das pessoas pela educação profissional e honrar com a parceria com a Marinha.

“É uma satisfação do Senai saber que pode contribuir nesse processo e ajudar a Marinha a ter independência. A obrigação do Senai é atuar educação profissional, que uma formação importante para o desenvolvimento do país. Entendemos o desafio da educação não será vencido de forma isolada, mas com engajamento de toda a sociedade”, declarou Pereira.

Atualmente, 40 aquaviários estão aguardando as primeiras turmas que devem acontecer no primeiro semestre deste ano. O aquaviário após aprovado no curso poderá exercer a função na categoria de Condutor Maquinista Motorista Fluvial.

Confira detalhes do curso:

1) Quais são os pré-requisitos do curso?

Ser aprovado na primeira fase do curso (a distância);
Ser Marinheiro Fluvial de Máquinas, com quatro anos de embarque; 
Ter o Ensino Fundamental completo ( 1º ao 9º ano).

2) Como e onde os interessados podem se inscrever no curso?

As inscrições podem ser realizadas no Grupo de Atendimento ao Público do Centro Técnico de Formação de Fluviários (CTFFAO) localizado na Rua Marquês de Santa Cruz, nº 264, Centro.

3) Qual o tempo de duração do curso?

O curso tem a duração máxima de quatro semanas.

4) Qual valor que cada participante precisa pagar para fazer o curso?
O curso é gratuito.

5) Quantas vagas serão ofertadas?

São 16 vagas por turma.

6) Qual previsão de início das aulas da primeira turma? 

A previsão é para o mês de abril.

Fonte: Sindarma /AM

Por Redação

Deixe uma resposta