Incidente no navio Solitaire paralisa construção de gasoduto para o COMPERJ

0

Fomos informados sobre um incidente operacional sem feridos ocorrido na semana passada a bordo do lançador de linhas gigante da Allseas, o famoso Solitaire, considerado o maior lançador de linhas do mundo, durante operação realizada para a Petrobras a cerca de 100 Km da costa do Rio de Janeiro.

O incidente envolveu a queda de dutos no fundo do mar durante a instalação dos mesmos no projeto conhecido como Rota 3.

Rota 3 vai permitir escoamento de gás até o COMPERJ

O contrato contempla instalação dos seguintes intens:

  • 3 PLETs
  • 5 PLEMs
  • 12 estruturas subsea, entre diversos equipamentos
  • 143 km de linhas rígidas de 24″
  • 155 km de linhas flexíveis de 20″

Este serviço permitirá a ligação das instalações do COMPERJ com os campos do pré-sal da Bacia de Santos que fazem parte da cessão onerosa através de gasodutos que vão escoar toda a produção das futuras FPSOs do Campo de Búzios, que estão previstas para entrarem em operação entre 2018 e 2020.

O Solitaire é um lançador de linhas gigante de 397 metros (incluindo o stinger do tensionador) por 41 metros de boca, com 3 tensionadores de 350 toneladas cada, que são capazes de lançar até 8 km de linhas por dia. O navio também possui um guindaste especial de 850 toneladas e dois extras para movimentação de linhas e serviços gerais de 35 toneladas cada.

Conheça um pouco mais deste colosso dos mares:

O navio é capaz de lançar linhas rígidas ou flexíveis de 2″ a 60″ , acomoda até 420 pessoas a bordo e possui 10 thrusters azimutais de passo fixo com uma potência de 5550kW cada, responsáveis por manter sua posição rigorosamente sob qualquer condição de tempo.

O incidente, segundo as empresas envolvidas, não vai impactar o prazo da obra, apesar da paralisação ocorrida.

O COMPERJ e seus atuais e futuros funcionários agradecem. Já há atraso suficiente nesta obra com impactos enormes na cidade de Itaboraí.

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta