Deputados de Mato Grosso focam na Hidrovia Paraguai – Paraná

1

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso aprovou a criação da Câmara Setorial Temática (CST) da Hidrovia Paraguai-Paraná, que deve ser implantada no próximo mês de março, para avaliar os potenciais benefícios de estender a hidrovia até Cáceres, especialmente economicamente, e estudar os possíveis impactos negativos da aquavia, considerando a fauna e flora pantaneira.

A CST será composta por parlamentares juntamente com representantes da sociedade civil organizada, incluindo membros da produção agropecuária, ambientalistas e da Associação Pró-Hidrovia Paraguai – Paraná (APH).

A organizadora da Câmara Setorial Temática da Hidrovia Paraguai-Paraná, Magna Stella Quaresma, garantiu que o custo de transporte por essa via seria de apenas 17% do necessário para uso de rodovias, considerando combustíveis – grande interesse para escoamento da produção agrícola.

Segundo a planejadora, para levar a hidrovia até Cáceres não será preciso muita adaptação, já que não há interrupção entre os rios, não há demanda de eclusas (canais para transporte de embarcações em caso de desnível) e há largura e profundidade suficientes para a passagem dos grandes barcos.

Por Redação

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta