Demanda por petróleo será maior que a prevista em 2017

0

A Agência Internacional da Energia (AIE) indicou nesta sexta-feira que a Opep já aplicou 90% de sua prometida redução da produção de petróleo e previu que a demanda de petróleo em 2017 será maior que o previsto.

A diminuição de produção da Organização de Países Exportadores de Petróleo – um milhão de barris por dia (mbd) a menos em janeiro em relação a dezembro – já representa 90% do corte prometido pelo cartel.

Em janeiro, a Opep produziu 32,06 mbd e alguns de seus membros, como Arábia Saudita, líder do cartel, inclusive superaram seus objetivos de redução.

“Este primeiro corte é, sem dúvida, um dos mais importantes realizados na história das iniciativas da Opep para reduzir sua produção”, disse a agência com sede em Paris.

Em novembro, os países da Opep acordaram em Viena reduzir sua produção em 1,2 mbd a partir de 1º de janeiro por um período de seis meses renovável.

E em dezembro um grupo de países produtores não membros, liderados pela Rússia, também decidiram reduzir sua produção em 558.000 barris por dia.

O objetivo é estimular o aumento do preço do barril, atualmente de 50-55 dólares, após anos de preços baixos.

Por outro lado, a demanda deve ser maior que o previsto, indica a AIE.

Para 2016, a agência aumentou suas previsões de demanda em 1,6 mbd, a 96,6 mbd (contra +1,5 mbd até agora), e para este ano prevê um aumento de +1,4 mbd, a 98 mbd (contra +1,3 mbd até agora).

Fonte: AFP

Por Redação

Deixe uma resposta